Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.

Por que a luz dentro dos submarinos é vermelha?

Porque é a cor da SUPER, ora bolas. Brincadeira. É para enxergar melhor, mesmo.

Por Oráculo Atualizado em 30 mar 2020, 12h57 - Publicado em 25 Maio 2016, 20h22

Além de ser a cor desta revista tão amada, o vermelho melhora a capacidade de visão noturna da tripulação.

Isso é importante para o caso de algum tripulante precisar observar áreas externas à noite ou usar o periscópio para sondar a superfície. É que, em condições comuns, a adaptação dos olhos ao passar de um ambiente iluminado para um ambiente escuro demora uns 20 minutos. Isso acontece porque a abertura da pupila precisa mudar para deixar entrar uma quantidade de luz necessária naquele contexto: em lugares pouco iluminados, cada fóton conta. Já em lugares muito iluminados, é preciso diminuir o fluxo de fótons para não se ofuscar. 

A vermelhidão do ambiente acelera esse processo, porque o comprimento de onda da luz vermelha estimula pouco os bastonetes (células do olho sensíveis à luminosidade). Assim, as pupilas ficam mais preparadas para o escuro. Quando o tripulante abrir a escotilha para observar a noite, seus olhos já estarão prontos para o combate. 

No vocabulário naval, essa iluminação avermelhada é chamada “encarnada”. É usada entre o pôr do sol e o amanhecer, não só no interior dos submarinos, mas também em navios de superfície.

Fonte: Flávio Augusto V. Rocha, contra-almirante da Marinha e livro Fisiologia Médica de Ganong.

Pergunta de Bruna Lora, ex-designer da SUPER

Continua após a publicidade

Publicidade