Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Por que fazemos careta quando estamos concentrados?

E aí, músicos seguidores da SUPER, vocês fazem careta para tocar?

Por Carolina Fioratti 11 ago 2020, 09h20

Porque seu cérebro está tão ocupado com o que os músculos das suas mãos estão fazendo (como tocar um instrumento musical ou anotar uma informação) que não vê motivo para torrar energia mantendo os músculos da face sob controle. 

Existe uma razoável sobreposição entre as áreas do cérebro que controlam as mãos e o rosto, o que dificulta a separação. Além disso, a tendência ao descuido e às caretas pode ter sido reforçada ao longo de milhares de anos no Homo sapiens porque transmite um recado silencioso extremamente útil para a vida social: se alguém está mexendo o rosto de um jeito estranho, não interrompa. A tarefa está difícil e exige concentração. 

Ou seja: aquele bocão aberto é um aviso de “estou ocupado, não me perturba”. Quase como um status do MSN da vida real. Alguém aí é da época do MSN? O Oráculo só usa isso para falar com o Olimpo, até hoje. 

Pergunta de @maiolidaniel, via Instagram.

Fonte: Gillian Forrester, professora de psicologia evolutiva da Birkbeck, University of London.

Continua após a publicidade
Publicidade