Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

10 minutos sem celular = 1 dia de água potável para crianças necessitadas. Você aceita o desafio da ONU?

Por Débora Spitzcovsky Atualizado em 21 dez 2016, 10h31 - Publicado em 20 mar 2014, 10h00

tap-project-560

Encontrar pessoas “mergulhadas” em seus smartphones, alheias ao que acontece ao redor, não é tarefa difícil hoje em dia, não importa onde você esteja. Mas será que elas abririam mão da alienação do celular para ajudar algumas das 768 milhões de pessoas que ainda não possuem acesso à água potável? Este é o desafio que a iniciativa Tap Project, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), faz a todos os usuários de iPhone do planeta.

Funciona assim: os mortais dispostos a lutar contra o vício da tecnologia, acessam pelo próprio smartphone o site da campanha, posicionam o celular em cima de uma superfície rígida e dão start no cronômetro da “brincadeira”. A cada 10 minutos sem mexer no aparelho, o desafiado conquista um dia de água potável para uma criança que não tem acesso ao recurso.

Como? Trata-se de um acordo da Unicef com seus patrocinadores. A cada desafio cumprido, eles se comprometem a doar a quantia necessária para fornecer água para uma criança necessitada. A ideia é conscientizar as pessoas para o problema da falta do recurso no mundo (e para a importância de economizá-lo) ao tirar delas algo que realmente priorizam – no caso, o celular. “768 milhões de cidadãos não têm acesso à água potável. Vamos ver quanto tempo você consegue ficar sem algo bem menos vital?”, provoca a iniciativa.

E aí, que tal participar? Se você é competitivo, já pode ir se preparando para ficar bastante tempo sem o celular: o recorde do Tap Project é mais de 275 horas sem mexer no aparelho (o que significa um dia de água para 1.650 crianças carentes). Ah, e nem adianta querer roubar: o site da campanha lê os sensores do seu celular (eis o motivo do desafio só funcionar em iPhones) e, por isso, sabe exatamente quando você mexe nele.

Para quem topar participar, vai aí uma sugestão: sabe aquela (cada vez mais) famosa brincadeira de empilhar os celulares na mesa do bar para ver quem resiste mais tempo a mexer no aparelho? Deixe o Tap Project ligado! Enquanto você se diverte com os amigos no happy hour, ajuda as crianças de todo o mundo que não têm acesso à água potável. Que tal?

Foto: UNIC Rio/Damaris Giuliana

Leia também:
Especial Água 2013
Falta de água potável mata uma criança a cada 15 segundos
“Quero acabar com a falta de água no mundo”, diz menina de 18
A paz pede água
Água: a escassez na abundância
Menina de 8 anos dá início a campanha global de falta de água no mundo
E se a água potável acabar?
Infográfico: A água que você não vê

Continua após a publicidade

Publicidade