Clique e assine a partir de 8,90/mês

Da margem à arte

Por Redação Planeta Sustentável - Atualizado em 21 dez 2016, 10h25 - Publicado em 6 set 2007, 19h01

A arte sustentável não pára. Já falamos aqui do Alexandre Órion (além de termos publicado uma reportagem que saiu da Revista MTV)e do Land Art. Dessa vez, a arte limpa a represa Billings, em São Paulo.

O projeto Imargem acontece no Grajaú, às margens da represa, e pretende ser uma intervenção multidisciplinar que une arte, meio ambiente e convivência. Além disso, o projeto é focado na comunidade, envolvendo moradores e freqüentadores do local.

Os artistas participantes desse programa (como o próprio Órion) recolhem os materiais – diga-se, lixo – que são encontrados na costa e produzem obras de arte, como a da foto acima. Para quem não sabe o que fazer com aquilo, eles organizam oficinas para ensinar a arte sustentável.

E é com essas esculturas e pinturas que o artista Mauro Sergio Neri da Silva vai expor no Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDECA) de Interlagos, em São Paulo, com abertura no próximo dia 8 de setembro, às 16h. As obras ficarão lá até o dia 31 de outubro.

Publicidade