Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O amor (de verdade) não tem idade, cor, credo, gênero…

Por Vanessa Daraya Atualizado em 21 dez 2016, 10h17 - Publicado em 12 mar 2015, 16h00

Certamente, você assistiu um vídeo que está bombando na internet, nos últimos dias, que faz parte da ação Love has no labels* (O amor não tem rótulos, em tradução livre). Ele mostra ação promovida pela ONG Ad Council em Los Angeles, EUA, em fevereiro.

Uma tela gigante de raio-X foi instalada no bairro de Santa Mônica, convidando todos que por ali passavam a prestar atenção na tela que projetava pessoas – ou melhor, seus esqueletos – dançando, se beijando, se abraçando. Em seguida, elas saiam de trás do telão para revelar quem realmente são: casais homossexuais – um deles, com filho -, duas irmãs amorosas (uma com síndrome de Down), pessoas de diferentes credos, raças, gêneros e idades.

Emocionante, o vídeo provoca reflexões a cerca do preconceito que está em nossas ações diárias – e que nem sempre reconhecemos ou queremos ver.

Por conta do tema, da mensagem e da repercussão, resolvemos falar desse vídeo aqui no blog da redação do Planeta Sustentável – mesmo depois da grande divulgação que já teve -, e aproveitar para resgatar outra campanha bacana, que percorreu as redes no início deste ano e que mostramos aqui, em nosso site: The Eyes of a Child (Os olhos de uma criança, em tradução livre), da Associação Noémi*.

Em um vídeo, pais e filhos aparecem lado a lado em uma sala, separados por uma divisória. À sua frente, uma tela exibe pessoas fazendo caretas, o que provoca risos e a imitação dos gestos de todos. Tudo vai bem até que aparece uma garota com deficiência. Os filhos veem suas caretas com naturalidade, mas os pais não conseguem esconder o desconforto.

Continua após a publicidade

Como a primeira campanha, esta ação enfatiza a importância do respeito à diversidade. Aqui, mais do que um convite para refletirmos sobre o preconceito, chama-se a atenção para a prática da compaixão e da empatia para incluir e encarar as diferenças como parte de nossa natureza. Como fazem as crianças, já que são desprovidas de julgamentos. Só assim o mundo poderá ser melhor.

Preparada(o) para se emocionar? Então, assista agora aos vídeos das duas campanhas:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=PnDgZuGIhHs?feature=oembed&w=560&h=315%5D
[youtube https://www.youtube.com/watch?v=WB9UvjnYO90?feature=oembed&w=560&h=315%5D

*Love has no Labels 
*Associação Noémi 

Leia também
O amor (de verdade) não tem idade, cor, credo, gênero… 
Vídeo emocionante quer mudar a maneira como nós enxergamos pessoas com deficiência
O que aprendi quando fechei meus olhos
Vídeo te inspira a ser pessoa melhor em três minutos

Foto: Reprodução/Facebook/Love Has No Labels

Continua após a publicidade
Publicidade