Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Larissa Riquelme: nós temos o celular dela!

Por Redação Super Atualizado em 21 dez 2016, 10h17 - Publicado em 1 jul 2010, 19h06

por Bruno Aragaki / foto: NORBERTO DUARTE/AFP

Nem vuvuzela, nem Jabulani. O objeto de desejo desta Copa do Mundo, quem diria, é um celular do Paraguai. Mais especificamente, o da modelo Larissa Riquelme, que seduziu o mundo ao torcer vigorosamente pela seleção paraguaia desde o primeiro jogo, em Assunção. Enquanto pulava, Larissa segurava o telefone no decote, com muito cuidado para não deixar nada cair.

Não demorou muito para a modelo despontar nos Trending Topic no Twitter, que virou termômetro de popularidade dos assuntos mais comentados no planeta. Há quem diga que era puro marketing – seriam os primeiros passos de uma estratégia (bem sucedida) para promover uma linha de aparelhos, ou uma empresa de telefonia local. Sem negar, nem confirmar, Larissa saiu pela tangente. “Estava mesmo querendo proteger o meu telefone, que toca música, acessa a Internet, é um minicomputador. Tem lugar melhor para guardar?”, disse à Superinteressante usando o mesmo celular. Sim, nós temos o número!

Confira trechos do nosso papo com a modelo:

SUPER – Que celular é esse que você guarda no decote durante os jogos?
Larissa – É da marca N… (ela pediu para a gente não contar). Mas espero que não saia isso. Ainda estou fechando um contrato com uma marca aí.

Continua após a publicidade

SUPER – O celular estava “lá” por marketing?
Larissa – O que eu precisava mesmo era proteger o meu telefone, que toca música, acessa a Internet, é um minicomputador. Tem lugar melhor para guardar? Ali, eu sabia que não ia perder (risos).

SUPER – É o mesmo celular que você está usando agora?
Larissa – Isso. Aliás, ele tem um cartão de memória de 2 gigas.

SUPER – Você gosta mesmo de tecnologia?
Larissa – Muito, sou viciada. Sempre que sai um celular novo, eu compro. Gosto de tirar fotos, ver vídeos, ouvir música. Entro no Facebook pelo celular.

SUPER – Você começou a estudar Direito, disse que ia bem em física e química, gosta de tecnologia…
Larissa – É, sou uma pessoa muuuuuuuuuuito curiosa.

SUPER – O que você sabe sobre o Brasil?
Larissa – Sei que o Rio de Janeiro é lindo, gosto de Belo Horizonte, de São Paulo, caipirinhas, essas coisas.

SUPER – Você fala português?
Larissa – ‘Mais ou menos’ (em português).

SUPER – Poderia deixar um recado para os leitores em português?
Larissa – Bem… na verdade faz tempo que não pratico, esqueci bastante. Mas, na próxima entrevista, estarei falando melhor.

Continua após a publicidade
Publicidade