GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

10 coisas que você precisa saber para não passar vergonha na Copa do Mundo

– Teste: Você sabe tudo de Copa do Mundo?

– Apague o som da vuvuzela da sua TV

– Faça o seu bolão da Copa na internet

Pois é, a Copa do Mundo começou e não tem como escapar. Mesmo quem não dá a mínima para o futebol acabará, mais cedo ou mais tarde, tendo que discutir o assunto (e talvez até se animando com ele). Mas, se você não curte o esporte nos anos sem Copa, é bom se ligar em algumas coisas para não passar vergonha no auge da emoção. Então, eis algumas coisas que você precisa saber antes de ir lá torcer e arranjar a sua vuvuzela (o aprendizado já começa aqui, ó: vuvuzela é aquela corneta enorme popular em jogos de futebol, principalmente na África do Sul).

Qual prêmio do vencedor?
O país que vencer a competição receberá um prêmio de US$ 30 milhões e ficará com a “Taça Fifa” por 4 anos. Depois disso, o troféu volta para a sede da Federação Internacional e o vencedor recebe uma réplica do original. Com 5 kg de ouro 18-quilates e 6.175 kg no total, ela só será trocada quando a placa em seu pé estiver totalmente preenchida com os nomes dos campeões de cada edição, o que só vai acontecer em 2038. Mas não foi sempre assim:  o primeiro troféu se chamava Jules Rimet e ficaria em definitivo com o país que fosse o campeão por três vezes. O Brasil conquistou esse feito em 1970 e foi o único país a ter um troféu da Copa para chamar de seu para sempre. Quer dizer, quase: hoje temos só uma réplica folheada a ouro, já que ladrões roubaram a verdadeira em 1983 e a derreteram. A partir de 1974, a sucessora da Jules Rimet (essa que está aí até hoje) não ficaria permanentemente com ninguém. E quanto à grana, não é só o campeão que recebe uma bolada: o vice-campeão ganha  US$ 24 milhões, os semifinalistas terão US$ 20 milhões para dividir entre si, os quadrifinalistas terão US$ 18 milhões e os que chegarem até as oitavas de final dividirão US$ 9 milhões. Fora isso, cada seleção receberá US$ 1 milhão pela participação na Copa e deve haver uma gratificação de US$ 40 milhões para os clubes que cederam jogadores.

Quantas seleções participam?
Desde 1998, 32 seleções participam da disputa, definidas após torneios eliminatórios nas seis zonas continentais da FIFA (África, Ásia, América do Norte e América Central e Caribe, Europa, Oceania e América do Sul) organizadas por suas respectivas confederações. Antes de cada Copa, a FIFA decide quantas vagas cada zona continental terá direito com base em fatores como o número de seleções e a força de cada confederação. Neste ano estão participando: África do Sul, Coreia do Norte, França, México, Alemanha, Coreia do Sul, Gana, Nigéria, Argélia, Costa do Marfim, Grécia, Nova Zelândia, Argentina, Dinamarca, Holanda, Paraguai, Austrália, Eslováquia, Honduras, Portugal, Brasil, Eslovênia, Inglaterra, Sérvia, Camarões, Espanha, Itália, Suíça, Chile, EUA, Japão, Uruguai.

Quem são os favoritos?
As seleções favoritas para ganhar a Copa este ano são a do Brasil, Itália, Inglaterra, Espanha, Alemanha e Argentina. Fique de olho nelas.

Que craques são bons de bola?
Atente para os jogadores Messi (Argentina), Kaká (Brasil), Xavi (Espanha), Rooney (Inglaterra) e Cristiano Ronaldo (Portugal). Todo mundo está apostando neles. Drogba, da Costa do Marfim, também merece atenção.

Qual é a capital da África do Sul? Não vá dizer que é Joanesburgo.
Joanesburgo é o coração da Copa, já que abrigará 15 dos 64 jogos, incluindo a abertura oficial da Copa do Mundo e a final. Mas ó: ela não é a capital da África do Sul, ok? O país tem três capitais, e nenhuma delas é Joanesburgo: Cidade do Cabo é a capital legislativa, Pretória é a capital administrativa e Bloemfontein é a capital judiciária. É bom saber, porque a gente odeia quando dizem que a capital do Brasil é o Rio de Janeiro, né?

Vai rolar Brasil X Argentina?
Está ansioso para ver nossa seleção enfrentando os argentinos? A data para esse encontro acontecer dependerá do desempenho dos dois. A Argentina está no grupo B e o Brasil, no grupo G. Se ambos ficarem em primeiro lugar nos seus respectivos grupos (o que é o esperado), isso só acontecerá na final, no dia 11 de julho. Se um dos dois ficar em segundo e o outro em primeiro, o jogo será na semifinal (dia 6 ou 7 de julho).

O técnico recordista, mas só uma vez campeão
É provável que você ouça falar muito sobre Carlos Alberto Parreira, que está dirigindo a seleção sul-africana agora. É que ele está batendo um recorde este ano: com seis Copas na bagagem, é o técnico que participou mais vezes da competição. Antes disso, já foi  técnico do Brasil (1994, conquistando o tetra, e 2006), Kuwait (1982), Emirados Árabes (1990) e Arábia Saudita (1998). Mas um detalhe: ele nunca venceu sequer uma partida dirigindo outras seleções sem ser a brasileira.

O time da África manda bem como o nosso?
Que nada! A África do Sul corre o risco de ser a primeira seleção a sediar a Copa que não passará da primeira fase (o time deles é bem fraquinho). Mas nunca se sabe.

E como funciona: é por pontos ou mata-mata?
A Copa tem duas fases: a de grupos, que é por pontos, e a do mata-mata, que é eliminatória. Na primeira, as seleções são divididas em oito grupos de quatro participantes, sendo que a seleção considerada mais forte de cada um vira a cabeça-de-chave. Os times de cada chave jogam entre si e os dois que mais pontuarem (a vitória vale três pontos, o empate vale um e a derrota não vale nenhum) se classificam para as oitavas-de-final, já na fase do mata-mata. Os primeiros colocados das oito chaves enfrentam os que ficaram na segunda posição. A partir desta fase, rola prorrogação em caso de empate. São dois tempos de 15 minutos e, se o empate continuar, teremos pênaltis. Cada seleção joga só  uma partida em cada estágio da fase (oitavas-de-final, quartas-de-final, semifinal e final) e o vencedor passa para o próximo estágio. As duas seleções eliminadas da semifinal fazem um jogo antes da final para decidirem o terceiro e quarto lugar.

Quem já levou o título?
E, para finalizar, é sempre bom relembrar quem foram os campeões mundiais: Brasil (5 vezes), Itália (4 vezes), Alemanha (3 vezes), Argentina e Uruguai (2 vezes cada), Inglaterra e França (1 vez). O Brasil participou de todas as Copas e é a seleção mais vitoriosa da competição. Junto com a Alemanha, também é a equipe que chegou mais vezes à final – foram sete.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s