Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

9 animais que você deveria temer

Por Jessica Soares Atualizado em 21 dez 2016, 10h13 - Publicado em 18 jan 2013, 18h02

Você sabe que deve evitar ficar frente a frente com leões, que não deve mexer com jacarés e que é melhor se fingir de morto caso dê de cara com um urso. Mas, enquanto alguns animais soletram PERIGO, outros (possivelmente ainda mais letais) se escondem por trás de uma aparência indefesa. Não se deixe enganar pela cara fofinha, tamanho diminuto, cores vibrantes ou pela fama de bonzinho – listamos 9 animais que você deveria temer:

 

Continua após a publicidade

1. Peixe-balão

Se for dar um mergulho, fique atento: não é só dos tubarões que você deve manter distância. O fundo do mar é lar de muitos animais perigosos – e, surpreendentemente, o peixe-balão é um deles. Apesar de sua aparência fofinha e inflada, você não vai querer brincar com este membro da família da ordem dos tetraodontiformes. O peixinho é um dos vertebrados mais venenosos do planeta. Sua toxina (chamada tetrodoxina) é mais de mil vezes mais mortal que o cianureto. Apesar do veneno estar concentrado principalmente no fígado do animal, pode se espalhar para a pele. Isso não impede que os japoneses sirvam o peixe no jantar – o animal é considerado uma iguaria no país. Mas é melhor não tentar isso em casa: caso o prato seja cozinhado de forma errada, pode ser também a sua última refeição.

 

Continua após a publicidade

2. Elefante

A simpática tromba e as orelhas fartas contribuem para que os elefantes sejam considerados animais amigáveis. Mas a verdade é que eles podem ser muito mais perigosos do que se imagina. O maior animal terrestre pode ser bastante agressivo em relação ao homem: eles foram responsáveis por mais de 500 mortes na Índia entre os anos de 2000 e 2006. Caso encontre um elefante por aí, fica a dica: não assuste o animal.

 

Continua após a publicidade

3. Macacos

Se você é fã de Friends, talvez se lembre do episódio em que Ross precisa dar adeus ao seu amado macaquinho, Marcel. A trama não foi apenas uma estratégia dos roteiristas para arrancar algumas lágrimas: é ilegal ter um macaco de estimação, e há boas razões para isso. Além de se tornarem mais agressivos em um ambiente em que não convivem com outros animais da mesma espécie, a mordida do animal pode transmitir vírus como hepatite A e B. O perigo é ainda maior quando se tratam de chimpanzés, orangotangos e gorilas – de grande estatura e fortes, eles podem ferir seriamente os humanos.

 

Continua após a publicidade

4. Mosquitos

Não, eles não são apenas incômodos. O mosquito é considerado uma das criaturas mais perigosas do planeta por servir como vetor para a transmissão de um grande número de doenças – entre elas a dengue, malária, febre amarela, elefantíase e o vírus do Oeste do Nilo, perigosa condição que afeta o sistema nervoso central. Estima-se que os mosquitos sejam responsáveis por causar mais de 2 milhões de mortes por ano.

 

Continua após a publicidade

5. Aranha

Se você encontrar uma aranha dessas por aí, certamente não vai ter a menor dúvida de seu perigo, mas talvez não imagine o tamanho da encrenca em que se meteu. A armadeira, originária da América do Sul, detém o recorde do Guinness Book de aranha mais venenosa do mundo e pertence ao gênero Phoneutria, nome que deriva do grego “assassina”. Uh-oh. Além do seu potente veneno, estas aranhas são violentas: quando perturbadas, chegam a picar furiosamente sua vítima. Por isso, tome cuidado: dentro de casas, elas costumam se esconder entre roupas e sapatos.

 

Continua após a publicidade

6. Carrapatos

Eles só perdem para os mosquitos. Estes pequenos bichinhos nojentos sugadores de sangue, encontrados tanto na cidade quanto no campo, são responsáveis pela difusão de inúmeras doenças causadas por vírus, bactérias e protozoários. No Brasil, o carrapato-de-cavalo (também conhecido como carrapato estrela) é o mais comum parasita do homem. Já o carrapato vermelho ataca cães e gatos.

 

Continua após a publicidade

7. Lóri lento (Nycticebus)

Peludinho e com grandes olhos pidões: é difícil resistir ao charme do primata do gênero Nycticebus, mas você deve fazer uma forcinha para conseguir. O bichinho é um dos pouquíssimos mamíferos venenosos conhecidos no mundo. Sua toxina, produzida em uma glândula presente em seu braço, se mistura à saliva quando ele se sente ameaçado, resultando em uma mordida que pode chegar a ser letal. Apesar de perigoso, quatro das cinco espécies de nycticebus estão na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN) de espécies ameaçadas. O lóri lento é ameaçado pelo comércio ilegal, que vende o primata como bicho de estimação.

 

Continua após a publicidade

8.  Hipopótamo

Quem olha para este bicho gordinho e de pernas curtas mal imagina o estrago que ele pode fazer. Não se engane pela sua aparência preguiçosa: quando intimidados ou acuados, estes animais podem se tornar extremamente ferozes. Encarar uma boca com mais de um metro de abertura e uma cabeçada de fazer inveja no Zidane pode ser algo bastante doloroso e possivelmente letal. Estima-se que eles são responsáveis por cerca de 100 a 150 mortes de humanos anualmente. Então, fique atento: todo cuidado é pouco quando estiver passeando por águas africanas.
.
9. Glutão

Ele parece um ursinho e é quase impossível resistir à vontade de fazer carinho em sua cabeça peluda. Mas você certamente vai se arrepender se levar adiante este desejo estimulado pela fofura. É só se atentar para o nome que recebe o animal na língua inglesa: wolverine. Armado com mandíbulas poderosas e garras afiadas, o glutão é extremamente feroz e muito mais forte do que aparenta, sendo capaz de matar presas muito maiores do que ele. A semelhança com o membro dos X-Men de mesmo nome não é mera coincidência.

 

Continua após a publicidade

Fontes: National GeographicListverse, MNN

Continua após a publicidade
Publicidade