Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Turma do Fundão Por Blog Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural

Semana de Séries: 9 séries que terminaram sem final

Por turma-do-fundao Atualizado em 4 jul 2018, 20h35 - Publicado em 2 Maio 2016, 18h22

BiancaRego_SeriesIloRafael_SeriesLeticiaHelena_Series

Uma das maiores aflições de alguém que é assíduo nos seriados é saber que a audiência da sua série tá lá embaixo, ou que o canal costuma cancelar abruptamente seus programas, ou ainda que esse show está competindo com outro (que você também acompanha) na grade do canal e que apenas um dos dois irá sobreviver.

É um verdadeiro pesadelo. Algumas vezes, os deuses da renovação operam a nosso favor e as séries ganham sobrevida no ar por meio de outro canal: aconteceu com Cougar Town, Community, The Killing e outras. Mas muitas não têm essa sorte. Confira 9 seriados que terminaram sem resolução, vítimas da tesoura dos canais.

1) Firefly

TEMPORADAS: 1 (2002-2003)

“Nove pessoas olhando dentro da escuridão do espaço vendo nove coisas diferentes”. É assim que o criador Joss Whedon descreveu Firefly. Com apenas uma temporada, a série se passa em 2517, quando os humanos se espalharam pela borda do Sistema Solar e os EUA e a China fundiram-se em uma única organização governamental chamada Aliança.

Malcolm Reynolds é contrário ao governo da Aliança e, junto a sua tripulação, realiza atividades ilícitas a bordo da nave Serenity, da classe Firefly. Com um roteiro muito inteligente e piadas sensacionais, Firefly foi injustamente cancelado pela Fox em 2002, que ainda exibiu os últimos episódios fora de ordem. Felizmente, o faroeste espacial ganhou uma conclusão em 2005 com o filme Serenity, que, apesar de ser bem inferior à série, trouxe um encerramento para uma das melhores histórias de ficção científica da TV.

2) Freaks And Geeks

seriessemfinal_freaksandgeeks

TEMPORADAS: 1 (1999-2000)

A série de 2000 se passa nos anos 80 e acompanha Lindsey Weir e seu irmão mais novo, Sam. Depois da morte da avó, Lindsey decide mudar sua vida escolar de nerd para se tornar parte da turma dos “freaks”, dos drogados e deslocados do ensino médio.

A série tem só uma temporada e, apesar de ter sido cancelada muito cedo, vale muitíssimo a pena de ser vista, já que não deixa muitas pontas soltas. Vários elementos deixam a série especial, como o roteiro super honesto (inclusive um dos criadores afirmou que tudo na série realmente aconteceu com ele ou com alguma outra pessoa da equipe) e a trilha recheada de boas bandas, como Greateful Dead e Joan Jett (os direitos de reprodução musical foram os maiores gastos do orçamento da série).

O elenco que, na época, era pouco conhecido, hoje faz muito sucesso, incluindo James Franco (de Homem-Aranha e Planeta dos Macacos), Jason Segel (o Marshall de How I Met Your Mother) e Seth Rogen.

3) A To Z

TEMPORADAS: 1 (2014-2015)

Andrew é um cara romântico que ama seu trabalho em um site de relacionamentos, onde ele acredita estar espalhando felicidade para casais, e que sonha encontrar “a escolhida” com quem vai se casar. Zelda é uma advogada que não acredita em nada místico e tem aversão a relacionamentos amorosos. A to Z narraria desde o início desse encontro até o seu rompimento.

Cada episódio é nomeado de acordo com o alfabeto: o primeiro é A is for Acquaintances, o segundo B is for Big Glory e assim por diante. Porém, como a série foi cancelada na primeira temporada, o último episódio exibido foi o 13, M is for Meant to Be. Então nunca saberemos o fim do relacionamento de A e Z.

4) Heroes

seriessemfinal_heroes

TEMPORADAS: 4 (2006-2010)

Heroes teve a seguinte proposta: contar as histórias de pessoas comuns que descobrem habilidades sobre-humanas. A série aproveitava o estilo estético e narrativo das HQs, com vários arcos narrativos que eventualmente se uniam. A primeira temporada foi um sucesso tremendo, mas os elogios pararam por aí. A segunda foi vítima da greve dos roteiristas em 2007 e sofreu com o corte de episódios (de 24 para 11), precipitando as potenciais histórias dos personagens e bagunçando a vida de Claire, Hiro e cia. Houve um declínio de qualidade.

A terceira teve 25 episódios e veio com a promessa de reinvenção e de segunda chance, o que não foi o caso. Uma imensidão de novos personagens e narrativas cheias de furos desagradaram os fãs. Mesmo com a audiência indo para o ralo, houve uma quarta temporada, o prego final no caixão. A season finale foi produzida sem se saber que seria a última e terminou com o maior cliffhanger até então.

Vale dizer que a recentemente finalizada Heroes Reborn se passa no mesmo universo e foi mais uma experiência falha de recomeço: foi bastante mal recebida e não passou da primeira temporada.

5) The Secret Circle

seriessemfinal_thesecretcircle

Continua após a publicidade

TEMPORADAS: 1 (2011-2012)

The Secret Circle foi uma tentativa de adaptação da série de livros homônima de L. J. Smith. Cassie Blake (Britt Roberson) é a protagonista que começa indo morar com a avó na cidade de Chance Harbor após sua mãe morrer em um misterioso acidente. Lá, ela tem seu mundo virado de cabeça para baixo ao descobrir que é uma bruxa.

Assim como ela, outros cinco colegas da escola também são bruxos em fase de descoberta. A chegada de Cassie “desbloqueia” o que faltava para completarem seu destinado círculo secreto. A série não registrou bons índices de audiência durante a exibição, provavelmente devido ao seu ritmo devagar, quase parando. Mas tinha um potencial enorme vindo da fonte primária: a saga de livros. Havia muito para se contar, mas, quando o show estava prestes a engrenar ao terminar sua temporada inaugural, foi cancelado.

6) Veronica Mars

TEMPORADAS: 3 (2004-2007)

Veronica Mars foi exibida pelo modesto canal UPN. Após a primeira temporada, entrou para o grupo de séries “cult” e ganhou reconhecimento em diversas premiações. As duas primeiras temporadas foram bastante aclamadas, mas, após a fusão da UPN com a Warner Bros., a terceira apresentou declínio de audiência, e francamente, de qualidade. Foi cancelada em 2007.

Veronica, praticamente um alter-ego da extraordinária atriz Kristen Bell, é unanimemente considerada pela crítica e pelos fãs como uma das melhores protagonistas de todos os tempos, e líder de uma das melhores séries investigativas e/ou teen já feitas. A sólida base de fãs foi responsável por bancar o filme escrito por Rob Thomas, que teve seus US$ 2 milhões financiados no Kickstarter. O longa The Veronica Mars Movie saiu em 2014.

7) The Following

seriessemfinal_thefollowing

TEMPORADAS: 3 (2013-2015)

Essa série de Kevin Wiliamson (Pânico) por muito tempo ocupou o horário nobre na programação da Fox. Mas, depois de três temporadas, não resistiu e acabou sendo cancelada com 45 episódios na ficha e uma audiência decrescente.

The Following é centrada no ex-agente do FBI Ryan Hardy (Kevin Bacon) e suas tentativas de recapturar o maléfico e carismático professor de literatura e assassino em série Joe Carroll (James Purefoy) após seu engenhoso plano de fuga da prisão. Durante o tempo que passou na cadeia, Joe organizou uma rede de seguidores online e Hardy logo descobre que, ao longo dos anos, ele se cercou de um grupo de indivíduos sociopatas e os transformou em um culto de assassinos fanáticos.

8) Alcatraz

seriessemfinal_alcatraz

TEMPORADAS: 1 (2012)

Produzida e idealizada por J. J. Abrams, essa série contava com uma audiência de 10 milhões de espectadores no primeiro episódio, que decaiu para 5 milhões perto da season finale.

A trama do seriado é baseada em uma ideia diferenciada de viagem no tempo. Em março de 1963, mais de 300 detentos e 40 guardas desaparecem da prisão de Alcatraz. De repente, cada um deles começa a aparecer nos dias de hoje, sem envelhecer um dia sequer e sem saber o que aconteceu durante esse tempo.

Para tentar entender o caso dos detentos recém-aparecidos, a agente Rebecca Madsen (Sarah Jones), juntamente com o Dr. Diego Soto (Jorge Garcia) desvendam um grande sistema de conspirações macabras.

9) Twin Peaks

seriessemfinal_twinpeaks

TEMPORADAS: 2 (1990-1991)

Criado por Mark Frost e David Lynch, esse seriado dos anos 90 ficou eternizado na cultura pop por seu aclamado enredo cheio de surrealismo, drama e terror psicológico. Influenciou diversas outras séries, como Arquivo X, e tornou-se referência para quadrinhos, jogos eletrônicos e filmes. No entanto, foi cancelado depois da audiência ter decaído ao fim da segunda temporada, em junho de 1991.

A trama segue a investigação liderada pelo agente do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan) sobre a morte da estudante Laura Palmer nos arredores de Twin Peaks, em Washington. A tensão criada em cima da identidade do assassino fazia com que a história fosse repleta de reviravoltas e drama policial.

Em outubro de 2014, foi anunciado que uma nova temporada irá estrear no canal de TV americano Showtime em 2017.

MAIS SEMANA DE SÉRIES
– As 5 melhores séries dos anos 90
Os 5 melhores momentos de Breaking Bad
As 5 melhores táticas do Playbook de Barney Stinson

Continua após a publicidade
Publicidade