GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A árvore artificial

Pedacinho de plástico consegue imitar o funcionamento das plantas de verdade

A Terra tem aproximadamente 400 bilhões de árvores. Ou melhor: 400 bilhões e uma. Cientistas americanos conseguiram criar a primeira árvore artificial do mundo. Ela não faz fotossíntese, não dá frutos, não cresce nem se parece com uma planta. É um humilde pedacinho de hidrogel (mesmo material usado em lentes de contato) com apenas 6 centímetros de altura e 1 milímetro de espessura. Mas consegue reproduzir um dos maiores milagres da natureza: a capacidade que as árvores têm de desafiar a lei da gravidade e fazer a água subir sozinha da raiz até suas folhas – sem gastar nenhuma energia com isso.

Imagine quanta energia a maior árvore do planeta, a sequoia, precisaria gastar para levar a água do solo até o topo de seus 115 metros, altura de um prédio de 30 andares. Mas as árvores possuem o xilema, um conjunto de vasinhos bem finos que fazem a água subir sozinha.

É esse processo, essencial para a vida das árvores, que os cientistas conseguiram reproduzir. A tecnologia poderá ser usada em prédios (para que a água suba até os apartamentos sem gasto de energia), na descontaminação de solos poluídos e até em um novo tipo de usina hidrelétrica, que não dependeria de rios e barragens para obter um fluxo de água – pois a árvore artificial faria o líquido subir sozinho. “A nossa ‘planta’ teria força suficiente para puxar água a até 100 metros de altura”, afirma o cientista Abraham Stroock, da Universidade Cornell.

 

Pé de larangel
Material reproduz o transporte de nutrientes da raiz para as folhas

1. A chuva cai
Os pesquisadores pingam uma gota de água nesta placa de hidrogel, que é a raiz da planta artificial.

2. A gota se espalha
Ela se distribui por centenas de microcanais, que têm apenas 0,0001 cm de largura cada um – 20 vezes menos do que um fio de cabelo.

3. A água sobe
Neste espaço muito apertado, os átomos de oxigênio do plástico atraem o hidrogênio da água – e isso faz com que o líquido suba até a folha.