GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Brasil é o país dos raios

As grandes áreas cobertas por florestas e as altas temperaturas fazem dos trópicos o lugar onde mais chove no mundo, afirma.

Celso Miranda

Até o final do verão, quase 30 milhões de raios vão atingir o Brasil, num ritmo frenético de quase três descargas elétricas por segundo. O período entre os meses de outubro e março concentra grande parte das chuvas e dos 70 milhões de raios que atingem o Brasil todos os anos. Esse número faz do país o mais atingido por descargas elétricas no mundo, com mais ou menos o dobro de raios que caem nos Estados Unidos, por exemplo, país com aproximadamente o mesmo tamanho. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que mapeou a incidência de raios a partir das observações feitas pelo sensor LIS (Lightning Imaging Sensor) a bordo do satélite TRMM (Tropical Rainfall Measuring Mission), nos últimos quatro anos. O pesquisador do INPE Osmar Pinto explica que a grande incidência de raios, no Brasil, deve-se ao fato de sermos o maior país tropical do planeta. “As grandes áreas cobertas por florestas e as altas temperaturas fazem dos trópicos o lugar onde mais chove no mundo”, afirma.

“Com exceção do Nordeste todas as demais regiões brasileiras são atingidas por grande número de raios”, diz Pinto. O Sudeste é o que mais sofre. “Os raios matam cerca de 100 pessoas por ano e os prejuízos financeiros chegam a 500 milhões de reais, causados por estragos em linhas de força e telecomunicações, empresas e propriedades privadas.” Segundo o especialista, cerca de 70% das interrupções no fornecimento de energia elétrica no Brasil são provocadas por raios.