GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Cinema – 7 filmes antigos que previram o hoje

1. O HOMEM BICENTENÁRIO (1999), de Chris Columbus.
De acordo com o filme inspirado na novela homônima de Isaac Asimov, em 2005 nós teríamos androides para tarefas banais do dia a dia, robôs que aos poucos conquistam consciência. Na realidade, o mais perto que chegamos do Homem Bicentenário, em escala industrial, foi o cão platinado Aibo, fabricado pela Sony até 2006. Ele tinha um software que registrava o comportamento do dono para que o cão pudesse reagir adequadamente.

2. VIAGEM À LUA (1902), de Georges Méliès.
O mais inventivo dos pioneiros do cinema concebeu que o homem chegaria à Lua disparado por um canhão, numa nave em forma de projétil. Imaginou também que nosso satélite natural era habitado por alienígenas insectoides – como se sabe, uma hipótese ainda não comprovada pela Nasa.

3. PROJETO BASE LUNAR (1953), de Richard Talmadge.
Missões orbitam a Lua no ano de 1970 e estudam terrenos para construção de bases (o autor do argumento é o ícone da ficção científica Robert A. Heinlein). Nesse futuro imaginado nos anos 1950, as mulheres ocupam cargos de responsabilidade, inclusive a presidência dos EUA – bem… quase lá.

4. 2010 – O ANO EM QUE FAREMOS CONTATO (1984), de Peter Hyams.
A continuação de 2001 – Uma Odisseia no Espaço previa que a Guerra Fria e a corrida espacial entre EUA e União Soviética chegaria ao auge no ano de 2010, com as duas potências prestes a declarar uma guerra de fato. É, parece que faltou um tanto de imaginação aí.

5. CORRIDA DA MORTE – ANO 2000 (1975), de Paul Bartel.
David Carradine e Sylvester Stallone estão no elenco dessa corrida que se passa no ano 2000. Veículos animalescos se digladiam por 3 dias ao redor dos EUA, ganhando pontos por pedestre atropelado, para alegria do regime fascista, que mantinha o povo ocupado com o espetáculo. A primeira parte poderia ter sido inspirada no trânsito de São Paulo.

6. BLADE RUNNER – O CAÇADOR DE ANDROIDES (1982), de Ridley Scott.
Em 2019, teremos réplicas robóticas de humanos para fazer serviços sujos e pesados fora da Terra. Porém, é proibido aos replicantes voltar ao planeta. Soa familiar? É quase como pagar mal imigrantes para fazer o trabalho que ninguém quer e, ao mesmo tempo, pregar o fechamento das fronteiras.

7. DE VOLTA PARA O FUTURO 2 (1989), de Robert Zemeckis.
O segundo filme da trilogia que lançou a dupla Michael J. Fox e Christopher Lloyd ao estrelato eterno prevê skates voadores em 2015 – o que é bem improvável. Quando o time de beisebol Florida Marlins ganhou a World Series em 1997, circularam rumores de que o filme havia previsto o resultado. Não foi exatamente assim.

6 FILMES DE HOJE QUE TENTAM ADIVINHAR O AMANHÃ
TEREMOS IS TUDO PELA FRENTE?

OS COLETORES (2010), de Miguel Sapochnik.

No ano de 2025, o mercado de órgãos artificiais estará plenamente estabelecido. E os Repo Men (coletores) têm licença para remover fígado e coração de quem atrasar o pagamento das prestações. Filme não indicado para banqueiros – vai que gostam da ideia?

AVATAR (2009), de James Cameron.

Em 2154, uma lua no sistema solar de Alfa Centauri é o lar de uma civilização, os Na’vi, cujo vocabulário inclui os dialetos dos maori da Nova Zelândia e dos amhara da Etiópia. Os homens avançam sobre a lua Na’vi para explorar seus recursos – até 2154 pode não ter sobrado nada por aqui.

SUBSTITUTOS (2009), de Jonathan Mostow.

No futuro, que pelo visto não está muito distante, ninguém mais sai de casa. Interações e tarefas na rua são cumpridas por avatares em tamanho real, com as mesmas características de seus donos, criados para assumir a vida social e os papéis que a sociedade exige – ou exigia – das pessoas. Seria uma crise de depressão coletiva?

GAMER (2009), de Mark Neveldine e Brian Taylor.

A indústria dos jogos e dos reality shows avançará tanto que será possível controlar à distância um personagem de verdade, que perde o domínio sobre o próprio corpo quando partículas criadas com nanotecnologia substituem suas células cerebrais. Quanta tecnologia.

A ILHA (2005), de Michael Bay.

Lincoln Six Echo, o personagem de Ewan McGregor, não demora a perceber que o mundo perfeito onde vive é um celeiro de clones, feitos para doar órgãos aos seus donos do lado de fora da redoma. A dica para desvendar o segredo é: se o seu nome tem letras e números, você é uma cobaia. Essa qualquer fã de sci-fisabe.

SUNSHINE – ALERTA LAR (2007), de Danny Boyle.

Em 2057, a morte iminente do Sol coloca em risco toda a vida sobre a Terra. A única opção é enviar uma missão para forçar o astro a reacender com uma bomba nuclear. É a corrida armamentista nuclear justificada.