Clique e assine a partir de 8,90/mês

Descoberta evidência mais antiga de que dinossauros tinham piolho

Espécie inédita de parasita foi encontrada no sul da Ásia, e tem mais de 100 milhões de anos – duas vezes mais velha do que a recordista anterior.

Por Guilherme Eler - 13 dez 2019, 16h15

Qual a semelhança entre o seu papagaio de estimação e dinossauros emplumados que viveram há 100 milhões de anos? Resposta: os dois têm o corpo recoberto de penas e, por causa dessa camada especial, podem ser alvos de incômodos piolhos.

Dez exemplares da espécie Mesophthirus engeli, um tipo primitivo de piolho até então desconhecido, foram encontrados em penas de dinos que estavam incrustadas em dois pedaços de âmbar – um tipo de resina fóssil – em Myanmar, sul da Ásia. Uma dessas penas, inclusive, tem sinais de ter sido “mordida” pelas pragas. A cara do inseto é esta que você vê abaixo.

Taiping Gao / Nature/Reprodução

Esses fósseis são a evidência mais antiga de que dinossauros eram parasitados por insetos como os piolhos. A marca atual foi superada com folga: enquanto os novos achados têm 100 milhões de anos, o fóssil que era recordista anteriormente, encontrado na Alemanha, tinha 44 milhões de anos de idade. Um novo estudo, que detalhe a descoberta, foi publicado na revista científica Nature Communications na última terça-feira (10).

Sabe-se que os primos de piolho da amostra eram ninfas – ou seja, insetos jovens, que ainda não haviam completado o seu desenvolvimento. Eles tinham pequeno porte: por volta de 0.2 milímetro de tamanho (duas vezes a espessura de um cabelo humano) e, na fase adulta, chegavam a 0.5 milímetro, segundo estimativas de cientistas. Assim como os piolhos atuais, eles não tinham asas, mas contavam com quatro “presas”, e um par de pequenas antenas.

Analisando as penas dos dinos, os pesquisadores também conseguiram levantar algumas hipóteses. A primeira é de que pertencem a duas espécies diferentes: um deles, um exemplar da classe pennaraptora – ancestrais emplumados do oviráptor. O grupo de cientistas, porém, ainda não descarta a chance de que sejam apenas duas apenas distintas de um mesmo tipo de bicho. Haja xampu anticaspa.

Continua após a publicidade
Publicidade