GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

E se os elementos químicos dessem uma festa?

Como seria se elementos e moléculas estivessem reunidos num rega-bofes? Imaginamos essa inusitada situação

ILUSTRA: Rubinho

Como seria se elementos e moléculas estivessem reunidos num rega-bofes? Imaginamos essa inusitada situação.

O PENETRA – SULFETO DE HIDROGÊNIO (H2S)
Sulfureto de hidrogênio, gás sulfídrico ou sulfidreto. Ele pode ter quantos nomes quiser, mas vai sempre ser conhecido como o gás do pum e do mau hálito. Como nunca é convidado, aparece de penetra, quase sempre lá pelo fim (depois de muito comes e bebes)

O BÊBADO – FENOL(C6H5OH)
Ele chega todo benzeno, mas não resiste a uma (ou várias) hidroxilas, o radical presente em todos os álcoois. E aí pronto. Dá-lhe fenol! Empolgada, a molécula ajuda até na limpeza do salão, marcando presença em desinfetantes e antissépticos

O ANFITRIÃO – MENDELÉVIO(Md)
O nome é uma homenagem ao russo Dmitri Mendeleev, criador da tabela periódica. Ao pesquisar os elementos, Mendeleev encontrou propriedades semelhantes e começou a organizá-los. Foi assim que aconteceu a primeira reunião, com os elementos então conhecidos. Com o tempo, a tabela foi crescendo… e a festa também!

A DJ – ÁCIDO SULFÚRICO(H2SO4)
Um dos catalisadores mais usados para acelerar reações químicas, o H2SO4 gosta de botar a galera para interagir e não deixa ninguém parado! Ajudou a compor o hit “Chuva Ácida”, que está nas paradas de problemas das grandes cidades

O PEGADOR – CARBONO (C)
Não esconde de ninguém que faz até quatro ligações ao mesmo tempo. Mas deve valer a pena: tem um monte de molécula doida para se ligar a ele, como a O2 e o C2. Isso prova que, quando há química, não rola ciúme

O CARENTE – OZÔNIO (O3)
Gás instável, o ozônio não consegue manter sua estrutura com três moléculas de oxigênio por um longo período de tempo. Por isso, tem que ter sempre outras moléculas por perto, como a CFCl3. Reage fácil e forma diversos elementos

A CELEBRIDADE – OURO (Au)
Famoso por sua versatilidade, o ouro é um elemento muito requisitado. Por isso, difícil de encontrar. Nas raras vezes em que aparece, não acha ninguém à altura de seus quilates e prefere passar a festa inteira sozinho, sem interagir

A BONITONA – PLATINA (Pt)
A menina mais fina da tabela! Com o quilo mais caro que o do ouro, a platina pode, de início, ser até esnobe e não se enturmar, já que é bem pouco reativa. Mas com jeitinho (e uma corrente elétrica) ela passa a interagir – pelo menos com alguns metais

OS SOLITÁRIOS – GASES NOBRES – hélio (He), neônio (Ne), argônio (Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe) e radônio (Rn)
Você os verá isolados quase sempre. Eles observam a festa inteira, mas nada de interagir (nem mesmo entre si), pois já são estáveis e se bastam, preferindo ficar na deles. Às vezes o flúor, com seu alto poder de atração, é capaz de arrancar uns elétrons umas palavras e se juntar a alguns deles, mas isso é cena rara

O COMILÃO – HIDRÓXIDO DE SÓDIO (NaOH)
Pensou gordura, pensou nesse cara. Ele não consegue dizer não para nenhum ácido graxo do buffet e enfia forte o pé na jaca, sempre regado a muita água. Mas é prestativo. No fim da festa, depois de tanto comer, vira sabão e álcool e ajuda a limpar tudo

LEIA TAMBÉM:

– Como seria a tabela periódica dos elementos da ficção?

– Qual a origem dos nomes dos elementos químicos?

– Qual é o elemento químico mais perigoso?

CONSULTORIA Tatiana Neves, mestre em química pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e consultora da Ambiental 07

Newsletter Conteúdo exclusivo para você