GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Encontrado o exoplaneta mais parecido com a Terra

Até agora, Kepler-452b é o mais promissor candidato à vida

Parece aquela dos “separados no nascimento”. A 1500 anos-luz de distância, um planeta rochoso orbita a zona habitável de uma estrela do tipo G2, como o Sol, mas 20% mais brilhante. Sua translação dura 385 dias (para quem realmente é ruim com informações, 20 a mais que a nossa). E, a melhor de todas as notícias, tem feito isso por 1,5 bilhão de anos a mais a mais que a gente.

“É inspirador considerar que esse planeta passou 6 bilhões de anos na zona habitável de sua estrela”, afirma Jon Jenkins, analista de dados da Nasa. “É uma oportunidade substancial para a vida surgir, se todos os ingredientes e condições necessários existirem nesse planeta.”

O Kepler-452b é o irmão mais velho da Terra em mais de um sentido. Ele tem um diâmetro 60% maior que a Terra – quer dizer que a gravidade deve ser bem grande, e a vida, tirando pelos oceanos, seria bem diferente. O voo seria quase impossível e os animais terrestres tenderiam a ser pequenos e troncudos.

Mas pensar nisso é colocar a carroça na frente dos burros. O novo exoplaneta se junta a outros 10 descobertos recentemente na lista dos prováveis candidatos à vida, mas ainda sabemos muito pouco sobre ele.

Fonte:

NASA’s Kepler Mission Discovers Bigger, Older Cousin to Earth, Nasa