GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Gafanhoto: Quanto mais come, mais comida aparece

O gafanhoto produz uma substância dentro do intestino que acelera o crescimento sobre a folha devorada.

Parece coisa de história infantil: cada vez que devora uma folha, o gafanhoto tenta encher de novo a despensa. A descoberta foi feita por pesquisadores da Georgia liderados por Melvin Dyer. Eles extraíram uma substância produzida pelo intestinos do gafanhoto Romalea Guttaras, uma espécie natural dos Estados Unidos. Nada menos que 1 000 espécies contribuíram com um pouco da substância, que foi aplicada sobre sementes de sorgo (vegetal parecido com o milho). O preparado acelerou o crescimento dos brotos em 24 horas. Isso significa que, durante a digestão, o gafanhoto deve regurgitar e cobrir a parte da folha que não comeu com o fertilizante intestinal. Os biólogos já tinham visto algo parecido. A saliva de certos mamíferos, como ratos e bisões, provoca reações químicas que forçam as plantas a reconstruir partes danificadas. Mas esta é a primeira vez que se encontra uma substância fertilizante no sistema digestivo de um inseto. Segundo Dyer, o próximo passo da pesquisa é descobrir exatamente como a planta responde ao encentivo de crescimento dado pelo gafanhoto.