Clique e assine a partir de 8,90/mês

Homem não é o bicho mais assassino do mundo

Estudo analisou 1.024 espécies de mamíferos e comparou a incidência média de assassinatos em cada uma; suricatos são os que mais matam uns aos outros

Por Bruno Garattoni - 20 set 2017, 13h26
Mayra Fernandes/Superinteressante

Fonte: The phylogenetic roots of human lethal violence. José Maria Gomez e outros, Universidade de Granada (Espanha).

Publicidade