Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Lagarto-anão: Só vendo com lupa

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h35 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

O lagarto-anão-jaragua (Sphaerodactylus ariasiae) tem o tamanho de uma tecla de computador: mísero 1,6 centímetro de comprimento, medido da ponta do focinho à base da cauda. A espécie, descoberta em 2001 numa caverna no Parque Nacional Jaragua, na ilha de Beata, República Dominicana, divide o título de menor réptil do mundo com outro lagarto, o Sphaerodactylus parthenopion, encontrado nas Ilhas Virgens Britânicas em 1965. Esse é praticamente o limite mínimo de um réptil, já que fisiologicamente seria impossível a existência de lagartos ainda menores.

É curioso imaginar esses lagartos ao lado de um dragão-de-komodo, considerado o maior lagarto do mundo. Espécie endêmica da Indonésia, o dragão-de-komodo tem mais de 3 metros e 140 quilos.

Fósseis do maior réptil de que se tem notícia foram achados no Brasil, em 1986, no Acre: um jacaré do gênero Purusaurus, cujo comprimento foi estimado em 17 metros

Publicidade