Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

O que é aquela substância branca esquisita na gema do ovo?

O nome dela é chalaza. Não se preocupe: a dita-cuja é perfeitamente comestível – e sinaliza que o ovo está fresco.

Por Andréa Martinelli, do HuffPost Brasil Atualizado em 1 jun 2021, 21h17 - Publicado em 6 abr 2016, 22h00

Prazer: chalaza. Sim, esse é o nome dela. Relaxe. Apesar da aparência esquisita, não é um cordão umbilical nem nada do gênero.

Existe uma chalaza de cada lado da gema. Elas ficam presas às paredes internas do ovo, e juntas servem como cordas que mantêm a gema bem no centro da estrutura. Dá só uma olhada na ilustração esqumática abaixo. As chalazas são os itens 4 e 13.

File:Anatomy of an egg.svg - Wikimedia Commons

Como as chalazas ficam conectadas tanto ao revestimento da casca quanto à gema, elas são mais fáceis de notar quando você está separando as claras — às vezes, inclusive, dificultam essa tarefa.

  • View this post on Instagram

    Continua após a publicidade

    A post shared by Ann Söderström (@wineberry)

    A chalaza é comestível, portanto não há necessidade de removê-la. Na verdade, esse fio é sinal de que o ovo é fresco.

    As chalazas desaparecem quando o ovo envelhece. Então, se você não as vir, é provável que os ovos já estivessem há algum tempo na geladeira (ou no supermercado).

    Conteúdo publicado originalmente no HuffPost Brasil e editado pela equipe da Super. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade