GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que é o bicho-do-pé e que males pode causar ao homem?

Se o inseto não for retirado e o local, esterilizado, pode ter conseqüências perigosas, como inflamações mais graves, úlceras, tétano ou gangrenas, que, em alguns casos, levam até à amputação da perna.

(Irlânne Rodrigues Ferreira, Fortaleza, CE )

Conhecido cientificamente como Tunga penetrans, esse inseto pertence à ordem das pulgas (Siphonaptera) e, como elas, não tem mais que 1 milímetro de comprimento. Ele ganhou seu nome popular por gostar de penetrar na pele humana, em especial entre os dedos do pé, onde ela é mais fina e tenra. Quem anda descalço em áreas infestadas – normalmente currais, chiqueiros e praias – é, portanto, sua vítima preferencial. Na verdade, só a fêmea grávida invade o nosso organismo, para se nutrir de nosso sangue enquanto desenvolve os ovos. “Sua permanência dentro da pele causa coceira, infecções e inchaços dolorosos. Se o inseto não for retirado e o local, esterilizado, pode ter conseqüências perigosas, como inflamações mais graves, úlceras, tétano ou gangrenas, que, em alguns casos, levam até à amputação da perna”, afirma o dr. José Henrique Guimarães, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP).

De pé em pé

Inseto vive na areia, mas é gestado na pele humana

1 – A fêmea fecundada rasga a pele humana e se aloja por inteiro dentro dela

2 – Num período de sete a dez dias, ela expele até 200 ovos pelo chão

3 – O inseto morre e murcha, sendo expulso pela reação da pele

4 – As larvas que nascem dos ovos crescem, vivendo na areia

5 – Três semanas depois, estão adultas e se acasalam, reiniciando o ciclo