GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que são planetas órfãos?

Com temperaturas próximas do zero absoluto, esses planetas não são muito atrativos para morar

São corpos celestes com massa planetária que não orbitam uma estrela e se encontram soltos na galáxia. Também chamados de errantes, interestelares e nômades, estes planetas se formam como os demais: dentro de discos protoplanetários de poeira e gás que se aglutinam e resultam, posteriormente, em planetas estáveis. Porém, como os discos – que sempre se formam em torno de uma estrela – apresentam colisões constantes entre os planetoides recém-formados, estes podem ser arrancados da órbita estelar e ganhar o status de órfãos. É importante frisar, contudo, que esses planetas ainda orbitam o centro da galáxia, como os demais astros.

A localização desse tipo de corpo ainda é difícil, portanto sua incidência na galáxia é incerta: até o momento, os pesquisadores encontraram apenas 16 astros confirmados como planetas órfãos ou candidatos à posição. Os cinco maiores (em termos de massa) são, nessa ordem: UGPS J072227.51-054031.2, WISE J1741-464, OTS 44 e Cha 110913-773444. Mas vale dizer que nenhum desses cinco tem a existência confirmada ainda.

E, caso você esteja pensando em se mudar para algum planeta órfão, pode esquecer. Como não possuem uma estrela que forneça luz, eles se encontram em eterna escuridão, apresentando temperaturas que se aproximam do zero absoluto (-273 ºC).

 (Marcos de Lima/Mundo Estranho)

CONSULTORIA Roberto Dell’Aglio Dias da Costa, professor do Departamento de Astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP, e Othon Winter, astrofísico