GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O todo poderoso Macarrão

O deus que mais ganha popularidade na Internet (e entre os cientistas) é um espaguete voador

Marcelo Bortolotti

No princípio era o espaguete. Ele criou as montanhas, as árvores, os homens e viu que era bom. Difícil de engolir? Pois a seita do Monstro Espaguete Voador virou febre na internet e já tem fiéis em vários países. O site dessa nova igreja já bateu a marca de 30 milhões de acessos e buscas na internet relacionadas a ela retornam mais de 700 mil páginas. Parece uma brincadeira idiota, mas é um protesto contra a interferência da religião na ciência. Começou este ano nos EUA, quando Bobby Henderson (leia a entrevista ao lado), um estudante de física de 24 anos, decidiu protestar contra o ensino nas escolas da disciplina desenho inteligente, obrigatória no Kansas, o estado de Henderson. Ela diz que a evolução é uma teoria não comprovada e que alguns traços dos seres vivos não poderiam surgir por seleção natural e precisariam de um desenhista, um ser que os planejasse. Críticos dizem que é só uma roupagem nova para o criacionismo bíblico (veja a reportagem na pág. 56).

É aí que entram Henderson e seu deus de espaguete – que, por sinal, está sempre acompanhado por duas almôndegas. Ironizando o debate, ele enviou uma carta ao conselho educacional do Kansas exigindo que a teoria do espaguete voador fosse ensinada nas escolas com a mesma carga horária da outra disciplina. “Um terço do tempo para o desenho inteligente, um terço para o Monstro Espaguete Voador e um terço para a hipótese lógica baseada em evidências científicas”, diz o seu manifesto. Henderson, como bom líder religioso, fatura em cima do seu rebanho vendendo pela internet pôsteres, camisetas e até um videogame relacionados ao monstro. Enquanto isso, o culto chega até os principais jornais científicos. Em novembro, cientistas da Universidade da Califórnia, em São Francisco, criaram bactérias transgênicas sensíveis à luz. Com um laser, fizeram nelas o primeiro desenho já registrado sobre bactérias: nada menos que o logotipo do Monstro Espaguete Voador.

Bobby Henderson, o profeta das massas

Sua cruzada já deu algum resultado?

Nada de concreto ainda. Apenas aumentou a consciência sobre o assunto e aborreceu alguns religiosos radicais.

Por que essa fé era ignorada até 2005?

É que os fiéis se esconderam ao longo dos tempos, com medo de perseguição.

Quando foi tocado pelo Espaguete?

Foi em 15 de abril de 2004, às 3 da manhã. Tive uma visão e escrevi a carta.

Como sua vida mudou depois disto?

Eu evitei empregos horríveis, que de outra forma teria que aceitar. Também encontrei pessoas malucas e interessantes entre os companheiros de fé.

Qual a punição para os infiéis?

Bem, aqui na Terra não há punição. Mas quando eles se forem não serão admitidos no paraíso do Monstro Espaguete Voador, que é regado a cerveja e cheio de mulheres fazendo striptease.

Você ganhou dinheiro como profeta?

Levantei 160 mil dólares, incluindo o adiantamento por um livro que farei sobre o Espaguete. Esse dinheiro será usado na compra de um navio pirata para espalhar pelo mundo a palavra d’Ele.