GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os altos e baixos da bicharada

A vida na natureza selvagem nunca foi fácil. É preciso lutar por comida, espaço e até pelos parceiros; sobram parasitas, predadores e obstáculos naturais.

No jardim da sua casa, um pequeno besouro rinoceronte levanta um pesado galho que despencou sobre a cabeça dele. O mais forte animal do mundo é capaz de deslocar até 850 vezes o próprio peso – algo equivalente a um ser humano levantar um elefante em cada mão. Enquanto isso, nos confins da savana africana, um guepardo dispara em perseguição a uma gazela. Em poucos segundos, ele atinge a espetacular velocidade de até 112 quilômetros por hora – comparável à de um carro numa autopista.

A vida na natureza selvagem nunca foi fácil. É preciso lutar por comida, espaço e até pelos parceiros; sobram parasitas, predadores e obstáculos naturais. Para sobreviver em um ambiente tão competitivo, os animais precisam se tornar cada vez mais rápidos, mais fortes e mais resistentes. Ou seja, precisam evoluir.

O fenômeno da evolução, descoberto por Darwin, permite que os bichos se adaptem aos mais inóspitos e improváveis ambientes do planeta. Muitas vezes eles se transformam em verdadeiros super-heróis da natureza. Suportam temperaturas escaldantes e ventos fortíssimos. Resistem às terríveis pressões dos abismos oceânicos, nocauteiam os inimigos com choques elétricos e descargas de veneno mortal. Como nas histórias em quadrinhos, encontram na força dos adversários o impulso e o limite para o desenvolvimento de seus próprios poderes. Nas páginas seguintes, você vai conhecer alguns dos campeões dessa batalha pela vida.