Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Painéis solares podem gerar energia com a água da chuva

Usando grafeno, cientistas chineses estão testando painéis que geram energia mesmo com tempo nublado

Por Ana Carolina Leonardi
Atualizado em 31 out 2016, 19h02 - Publicado em 26 abr 2016, 19h15

Uma das grandes limitações para o uso da energia solar é que ela depende do clima. A chuva em si não é ruim para os painéis solares – eles ficam mais limpos e mais eficientes – mas o tempo nublado atrapalha. Isso porque a quantidade de energia gerada pelos painéis depende da intensidade da luz do dia.

Por isso, cientistas na China estão tentando criar painéis solares à prova de tempo ruim. Eles descobriram uma alternativa promissora para os dias feios: compensar a falta de iluminação com energia gerada com a água da chuva.

A chuva é composta de vários sais misturados à água. Esses sais podem ser separados em íons positivos e negativos (o sal de cozinha NaCl vira Na+ Cl-, como é ensinado nas aulas de química). Os cientistas usaram água levemente salgada, imitando a chuva, sobre células solares, que formam os painéis. Para fazer com que os íons se separassem, envolveram as células em grafeno.

LEIA: A força do Sol

O grafeno tem propriedades que beiram os superpoderes. É uma folha de carbono mais forte que o aço, mais resistente que o diamante, flexível e condutora de eletricidade e calor. Quando é usado como “guarda-chuva” das células solares, ele também tem a capacidade de atrair os íons positivos da chuva. Como resultado, ficam separadas duas camadas, uma positiva e uma negativa. A diferença de potencial elétrico entre elas é suficiente para gerar uma corrente.

Continua após a publicidade

O experimento gerou centenas de microvolts a partir da água salgada. A célula solar também não foi muito prejudicada pela cobertura de grafeno. Em média, o equipamento normal transforma de 11% a 15% da energia solar em eletricidade (isso é chamado de eficiência da célula). A versão adaptada chegou a 6,53% de eficiência, o que impressionou os cientistas.

O modelo adaptável às condições climáticas ainda é um protótipo. Os pesquisadores precisam encontrar soluções para aproveitar os diferentes tipos de sais contidos na chuva. Também querem explorar outras características do grafeno para aumentar a luz absorvida pelas células em dias nublados e assim, construir painéis que geram quantidades constantes de energia, faça chuva ou faça sol.

LEIA TAMBÉM:
Acampamento com energia solar
Música Pop turbina energia solar
Bicicleta solar

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.