GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Pássaros cantam durante os sonhos

Aves criam melodias enquanto dormem – e um estudo conseguiu gravá-las

Cientistas da Universidade de Buenos Aires e da Universidade de Utah conectaram eletrodos aos músculos vocais de dez diamantes-mandarins (passarinhos originários da Austrália, mas cultivados como aves de estimação em todo o mundo) e monitoraram sua atividade enquanto os bichinhos dormiam. Os pesquisadores constataram que, embora fiquem em silêncio, os pássaros movem os músculos vocais durante o sono – e improvisam melodias diferentes das que cantam durante o dia. A SUPER conversou com o argentino Gabriel Mindlin, um dos autores do estudo, para entender.

Qual é a diferença entre a canção que o pássaro canta de dia e a que ele sonha?
Durante o dia, o diamante-mandarim macho faz um canto repetitivo, sempre igual, que serve para atrair alguma fêmea para acasalamento. Mas, de noite, ele improvisa: canta uma combinação de sílabas, algumas graves e outras muito agudas.

Como vocês descobriram isso?
Nós já sabíamos que essa ave tem rajadas de atividade cerebral durante o sono, mas não conseguíamos interpretá-las. Então nós observamos os músculos vocais [com o passarinho cantando acordado] e associamos as diferentes contrações desses músculos ao som que cada uma delas produz. Isso nos permitiu traduzir os movimentos que o pássaro faz enquanto dorme – e decodificar a música que ele canta durante o sonho.

Qual é a função do sonho para o pássaro?
Sempre se acreditou que o sonho funcionasse como um mecanismo de consolidação [das memórias registradas durante o dia]. Mas há muita variação nas melodias que os pássaros cantam enquanto sonham – mesmo nas espécies que cantam de forma repetitiva quando estão acordadas. Será que eles estão fazendo uma ginástica?  [As melodias] seriam apenas erros aleatórios? Não sabemos.