Clique e assine a partir de 8,90/mês

Pingue-pongue espacial: astronautas jogam com água em vez de bolinha

O astronauta Scott Kelly abusou da física para praticar o esporte.

Por Felipe Germano - Atualizado em 4 nov 2016, 19h09 - Publicado em 22 jan 2016, 19h30

Nós já falamos aqui sobre Scott Kelly. Capitão, astronauta, fotógrafo, blogueiro espacial, o americano agora pode acrescentar mais uma atribuição no seu currículo: inventor do pingue-pongue espacial. Sua mais recente publicação nas redes sociais, utilizando a conta da Estação Espacial Internacional, mostra que há muitas formas de se entreter no espaço, se bater um tédio. Você vê o vídeo abaixo:

Na verdade, a ideia é só uma brincadeira, mas consegue mostrar muito bem como a física funciona quando se está fora de Terra. Kelly utilizou duas pás, feitas de policarbonato cortado a laser e cobertas com spray de Teflon, um objeto completamente hidrofóbico, ou seja, que não se mistura com a água. Sabendo disso, o astronauta utilizou um pequeno cano para fazer uma esfera da água. Como quanto maior a quantidade d’agua, mais fácil da bolinha estourar, Kelly faz uma grande o suficiente para a demonstração, mas não grande demais. A NASA informou que a esfera em questão possuía 4ml de água.

LEIA: 16 imagens do astronauta-fotógrafo que posta direto do espaço nas redes sociais

Continua após a publicidade

O resultado é uma bola que não se espatifa ao bater nas raquetes. Ela é empurrada de volta pela superfície do objeto, e caminha para o sentido contrário, até que se choca com outra raquete. É quase como uma partida de Pong, o clássico jogo de Atari, só que na vida real – e no espaço.

Quando não estão curtindo à toa, os membros da estação costumam fazer experiências que envolvem a microgravidade, explorando como esse ambiente interfere em questões físicas e biológicas. Talvez um dia suas pesquisas nos permitam jogar pingue-pongue espacial aqui na Terra.

LEIA TAMBÉM:
Sonda da NASA que utiliza energia solar bate recorde de distância
A descoberta do novo planeta no Sistema Solar (e duas outras notícias)
Tem talento para projetar coisas? A Nasa quer mandar sua invenção para o espaço

Publicidade