GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Sexo antes de um jogo pode arruinar o desempenho do atleta

Uma simples transa no dia anterior à partida não faz mal algum. Ao contrário: pode até relaxar e aliviar o estresse

Alguns técnicos de futebol proíbem veementemente. Outros liberam geral. E os especialistas no assunto garantem: transar antes de uma partida não prejudica o desempenho do atleta. Ao contrário, o sexo normalmente tem efeito relaxante, aliviando o estresse característico da véspera de uma decisão.

“O que faz mal é o excesso”, afirma José Mário Campeiz, preparador físico do time do Cruzeiro, de Minas Gerais. “Prejudicial seria uma noitada, com bebida e sexo além da conta. Uma simples transa no dia anterior à partida não representa risco.”

Sexo consome calorias, sim, mas nada que provoque fadiga. Uma relação sexual com orgasmo, segundo Campeiz, consome a mesma quantidade de energia de uma caminhada leve – até 200 calorias por hora. Trata-se de um desgaste, portanto, facilmente reparado com alimentação e descanso adequados.

Transar ou não transar?
Saiba o que dizem 3 celebridades do esporte mundial

“ACHO QUE NÃO TEM NADA DE MAIS. NA DÚVIDA, PODE SER [SEXO] PASSIVO.”
Ronaldo, atacante do Corinthians, no programa Altas Horas, da Rede Globo.

“É ÓTIMO, ATÉ ANTES DO JOGO, PARA ALIVIAR A TENSÃO. VOCÊ ENTRA EM QUADRA LEVE, FELIZ.”
Hortência, ex-jogadora de basquete, no jornal O Globo.

“TUDO TEM SEU TEMPO, E ACHO QUE VÉSPERA DE JOGO NÃO É HORA PARA FICAR PENSANDO NIS.”
Kaká, meia do Real Madrid, em declaração à agência Reuters.