GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Supercondutor de tálio avança

Descoberto há poucos meses, o primeiro material supercondutor que não é uma cerâmica talvez também venha a ser o primeiro a ter utilidade industrial. O supercondutor à base de tálio, capaz de conduzir eletricidade sem perdas até à temperatura comparativamente alta de menos 148 graus centígrados, acaba de sair-se bem de um importante teste. Pesquisadores americanos conseguiram produzir com ele películas de espessura inferior a 1 milésimo de milímetro, o que, pelo menos em tese, possibilitaria seu emprego em microeletrônica, na fabricação de chips. Os filmes conduziram uma corrente de 110 mil ampêres por centímetro quadrado a 1% graus negativos. Além disso, revelaram-se menos propensos que os já clássicos supercondutores de ítrio-bário-cobre a perder suas propriedades em campos magnéticos. A única pedra no caminho do novo material é o fato de ser o tálio uma substância altamente tóxica, tanto que serve para matar ratos (SUPERINTERESSANTE n. o 6, ano 2).