Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Uma cor que o artista nem viu

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 30 nov 1999, 22h00

Diversos tipos de verniz à base de resinas vegetais, usados por pintores europeus para proteger suas obras, sofrem alterações químicas com o tempo, o que acaba deixando as telas amareladas. Os pesquisadores holandeses Jaap Bonn e Gisela van der Doelen, do Instituto de Física Atômica e Molecular, em Amsterdã, mostraram que algumas substâncias contidas no verniz, ao reagir com o oxigênio, acabam formando moléculas maiores. “É delas que vem a cor indesejada”, disse Van der Doelen à SUPER. O estudo foi feito com setenta obras de mestres como Rembrandt e Van Gogh.

Publicidade