GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Uma possível estrela no céu

Metade vermelha, metade azul, a futura cidade do espaço, flutuando em órbita a 300 quilômetros de distância da Terra, poderá sair do papel. É ainda uma possibilidade, mas se tornou mais real com o anúncio de que americanos e russos vão trabalhar em uma estação espacial conjunta, chamada Alfa, em vez de cada um fazer a sua. Os preparativos devem começar em 1995, com uma série de encontros entre o ônibus espacial americano e a estação russa Mir. Ao contrário do ônibus, que vai e volta, a Mir é uma base permanente e será o núcleo da futura estação. A montagem efetiva, em 1997. exigirá 31 vôos entre a Terra e o canteiro de obras. O ônibus fará dezenove vôos e o resto ficará por conta dos cargueiros russos, impulsionados pelo poderosíssimo foguete Proton; por isso mesmo levarão os componentes mais pesados. Se Alfa, algum dia, terá o porte de uma cidade, é difícil dizer. O plano de construí-la ajuda os americanos, cuja idéia de ter uma estação própria, a Freedom, foi vetada pelo Congresso. Ajuda também os russos, paralisados por uma infindável crise política e econômica.