Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Até George R. R. Martin queria que 2016 terminasse

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 4 jan 2017, 17h09
george martin

O autor de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, George R. R. Martin, desejou, na terça-feira (27), que “Por favor, deixe esse ano miserável terminar”. O escritor também completou, em seu post no blog Live Journal, “morte, morte e mais morte… Esse ano só fica pior e pior”. A postagem em tom sombrio foi feita após a morte da atriz Carrie Fisher, conhecida pelo papel da princesa Leia na saga Star Wars e do escritor inglês Richard Adams, autor do romance “A Longa Jornada”.

Em seu post, Martin descreveu Fisher como “uma brilhante, linda e talentosa atriz, e uma forte, espirituosa e corajosa mulher” e pediu para que as pessoas lessem a obra de Adams, que ele considera “um dos grandes três romances do século 20”.

As mortes de Fisher e Adams no final de 2016 se juntam ao rol de personalidades como George Michael, David Bowie, Prince, Gene Wilder, Mohammed Ali e Leonard Cohen, que também nos deixaram no ano passado. Até mesmo o autor conhecido por matar os personagens mais queridos de suas obras, e criar cenas como a do “Casamento Vermelho”, achou que 2016 pegou pesado demais.

Continua após a publicidade

Publicidade