Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Turma do Fundão

Por Blog
Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural
Continua após publicidade

TdF Responde: tudo que você sempre quis saber sobre a ME (parte 2)

Por turma-do-fundao
Atualizado em 4 jul 2018, 20h35 - Publicado em 26 out 2012, 10h24


Continuando nossas comemorações pelo 200º post do Blog da TdF, publicamos hoje a segunda parte das perguntas feitas pelos leitores, apuradas pela TdF e respondidas pela redação. Confira também a primeira parte.

Quanto vocês ganham?

Marcel Nadale, editor: Para compensar a resposta enorme anterior, uma bem curtinha: esse tipo de pergunta é extremamente indiscreta. Conforme vocês envelhecerem, vão se dar conta de que dinheiro é uma coisa bastante íntima, que não se discute com qualquer um (especialmente com milhões de desconhecidos que poderiam ler isso aqui). Limito-me a dizer que gosto do meu salário. (Mas, evidentemente, como qualquer pessoa, eu adoraria que ele fosse maior!). Se essa pergunta está sendo feita porque vocês pensam em seguir carreira em jornalismo, um recado: essa não é uma profissão que, tradicionalmente, cria milionários. Se remuneração é um quesito essencial para você, seja lá por qual motivo, sugiro que avalie com carinho outras carreiras. Só faça jornalismo se você perceber que é o que realmente ama – as satisfações costumam ser mais no âmbito pessoal do que no financeiro.

Como é o ambiente da redação da ME? Vocês fazem muita piada, zoam muito?

Rafael Moody, estagiário de design: A redação da ME é um lugar mágico com piscina de gelatina e máquinas de fliperama espalhadas pra gente jogar Street Fighter. Mas isso é só enquanto não estamos fazendo a revista que, sim, ocupa 100% do nosso tempo (senão mais). E a revista rola junto com a “zueira”. Enquanto trabalhamos, damos risada e, enquanto rimos, trabalhamos. Afinal, por que não juntar os dois? A gente se dispõe assim: designers de um lado, editores de outro e, no centro, a mesa de reuniões. Até porque os editores não acham graça da imagem que chegou verde e tinha que ser vermelha e os designers não riem do texto que era pra ser uma legendinha e chegou como um livro inteiro.

Continua após a publicidade

Todos os repórteres e ilustradores trabalham na redação da revista?

Mayra Fernandes, designer
: Não, na verdade nenhum deles trabalha! Todos os repórteres e ilustradores são freelancers, ou seja, profissionais que trabalham de casa e são escolhidos separadamente para cada matéria. A ME possui uma longa lista de colaboradores que já é conhecida de nossas páginas. Há alguns casos também em que os editores escrevem a matéria e os designers fazem a ilustração.

Qual é o critério de escolha para a TdF? Como vocês selecionam?

Victor Bianchin, editor: Acreditem, é um looooooongo processo, que dura cerca de três meses entre a liberação da ficha no site e a publicação da edição com os escolhidos. Todas as fichas preenchidas no site são automaticamente enviadas para um banco de dados onde são lidas por mim e pela Adriana Meneghello, responsável pelo nosso atendimento ao leitor. Cada um de nós lê metade do total. Nessa primeira leitura, separamos todas as fichas que consideramos boas. Depois, é feita uma segunda triagem entre as selecionadas e chegamos a um grupo que tem sempre o dobro do tamanho que a TdF precisa ter, ou quase isso. Neste ano, foram 45 finalistas para 20 vagas, dos quais 50% eram da cidade de São Paulo e 50% do interior paulista e do resto do país. Os finalistas são entrevistados pela redação na sede da editora Abril, em grupo, ou individualmente por telefone, no caso da galera que mora longe. Depois, a redação se reúne para escolher o grupo final. Por que temos mais TdFs de São Paulo? Porque é aqui que fica a redação, e também onde se concentram os eventos dos quais participamos.

Quem faz o site, o Twitter e o Facebook da ME? São os próprios editores?

Vinícius Giba, estagiário do site: Não, tem uma galera aqui só pra isso. Quem faz as redes sociais da ME somos eu e a Lorena Dana (que também cuida das redes sociais da Super, Recreio e Guia do Estudante). Já o site, fazemos eu, o Fred (editor de internet do Núcleo Infanto-Juvenil aqui da Abril), os designers Daniel, Juliana e Laura e os webmasters Bruno e Thiago. Os blogs são feitos pela Luiza (Contando Ninguém Acredita e MeME), pelo Marcel (XisTudoCult), por mim (Bestiário) e, claro, pela Turma do Fundão (editados pelo Victor).

Continua após a publicidade

Já rolou algum problema sério em alguma edição que fez vocês suarem frio?

Tiago Jokura, editor: Nosso processo de produção é bem organizado e tudo é feito com bastante antecedência. Isso minimiza a chance de problemas e atrasos que comprometam o fechamento (jargão jornalístico para “finalização”) da edição no prazo. Por isso, também temos tempo para revisar o conteúdo e identificar qualquer falha a tempo de corrigi-la. Já aconteceu de ilustrações de matérias importantes ou até da capa da revista (que também são feitas por profissionais que trabalham fora da redação) chegarem para a gente no dia limite de enviarmos a revista para ser impressa na gráfica. Esse é o máximo de preocupação que já presenciamos na hora de fechar uma edição.

Vocês recebem muitas perguntas bizarras? Fazem o que com elas? Já pensaram em responder?

Mariana Pires, estagiária de texto: Toda vez que fechamos uma edição, eu leio todas as perguntas que foram enviadas para a ME no mês e separo as que podem se tornar possíveis pautas e as perguntas mais estranhas. Assim como existe um banco de pautas com as perguntas bacanas que os leitores mandam, existe um banco para as mais bizarras também. Já pensamos muito em fazer uma seção na revista só com essas perguntas ou colocar no site da ME, mas, por enquanto nós usamos só na Twitcam para fazer vocês rirem um pouco. Agora, responder? Sem chance, as perguntas são tão sem pé nem cabeça que não dá nem para arriscar.


Parte da redação da ME: fliperamas e piscinas de gelatina ficam logo à direita desta área

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.