GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

80% dos jovens sentem a crise dos 25 anos

Aos 25 anos, pessoas começam a reavaliar escolhas de vida, formação e caminhos profissionais. LinkedIn entrevistou jovens e investigou motivos

Pesquisa feita pelo LinkedIn com mais de mil profissionais brasileiros entre 25 e 33 anos mostra que 80% foram pegos pela crise dos 25 anos.

Conhecida em inglês pelo termo quarter-life crisis (crise do quarto de vida), é uma época em que muitas pessoas começam a reavaliar escolhas de vida, formação e caminhos profissionais. E, com isso, fertilizam terreno para ansiedade.

A pressão maior, segundo os jovens, é pela compra da casa própria. Esse motivo apareceu em 65% das respostas da pesquisa.

Em seguida, duas questões ligadas à carreira: encontrar um emprego pelo qual se apaixone, com 46%, e ter as qualificações certas para o trabalho (39%).

Ficar endividado assusta 37% dos entrevistados e a pressão para ser promovido é razão de ansiedade para 35%.
A idade em que se sentem mais pressionados é entre 32 e 33 anos e, para 75%, a crise respinga em relacionamentos, além da carreira.

A percepção da dificuldade do período de vida, no entanto, muda regionalmente, segundo a pesquisa. No Sudeste, 84% afirmam se sentir ansiosos, enquanto no Nordeste esse número cai para 77%, seguido pela região Centro-oeste (76%), Norte (71%) e Sul (70%).

Nova ferramenta acaba de ser lançada pelo LinkedIn

Segundo a equipe do LinkedIn, uma ferramenta que acaba de ser lançada na rede social pode ser útil para profissionais que estão nessa fase da vida. Trata-se da Central de Aconselhamento Profissional (Career Advice Tool)que vai conectar usuários interessados em receber conselhos e profissionais que querem compartilhar experiências e dicas de carreira.

O objetivo é ajudar as pessoas a entenderem caminhos, cenários e possibilidades no campo profissional, segundo informa o LinkedIn em nota.

Este conteúdo foi originalmente publicado na Exame.com