GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Astro assassino cada vez maior

A hipótese de que os dinossauros tenham desaparecido devido à queda de um imenso asteróide ganhou força com uma revelação feita com uma revelação feita pelo americano Virgil Shapton descobriu que a cratera provocada pelo objeto espacial é bem maior do que se pensava. Em vez de 180 quilômetros, o diâmetro da ferida aberta onde hoje está o Golfo do México é de quase 300 quilômetros. Por incrível que pareça, a medida foi obtida por meio das variações gravitacionais: a gravidade é pouco maior no local da queda devido à matéria do asteróide encravada no leito do oceano.
Também foi possível estimar o tamanho do bólido: cerca de 16 quilômetros de um lado a outro, contra menos de 5 cogitados anteriormente. A energia desprendida – equivalente a 21 bilhões de bombas atômicas como a de Hiroxima – provavelmente levando um colossal nuvem de detritos. A nuvem perdurou na estratosfera por muitos anos, resfriou o planeta e aniquilou inúmeras formas de vida.