Clique e assine a partir de 8,90/mês

Como um professor pode ensinar bilhões de alunos

Universidades e instituições americanas investem milhões de dólares em projetos gratuitos de educação a distância

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h49 - Publicado em 24 jun 2012, 22h00

Felipe Van Deursen e Luiz Romero

Cada vez mais, universidades deixam de lado as aulas presenciais e investem em educação digital e gratuita. Dois dos melhores centros de ensino do mundo, a Universidade Harvard e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, ambos nos Estados Unidos, investiram US$ 60 milhões para criar uma plataforma interativa de ensino a distância, o edX. A ideia é usar a tecnologia para melhorar o processo de aprendizagem, medindo, por exemplo, o tempo que o aluno leva em cada lição para descobrir se ele teve dificuldades. Outras grandes universidades americanas, entre elas, Stanford, Princeton, a Universidade do Michigan e a da Pensilvânia, lançaram o Coursera, que reproduz cursos delas e de outras instituições gratuitamente na internet. O fórum de palestras TED também está nessa. Desenvolveu o TED-Ed, ferramenta que permite adicionar conteúdo extra a qualquer vídeo do YouTube, transformando-o em uma aula completa. É possível incluir perguntas e links para conteúdo extra. Segundo Chris Anderson, curador do TED, o objetivo é oferecer ferramentas gratuitas que possam capacitar professores do mundo inteiro. Confira em Edxonline.org, Coursera.org e Ed.ted.com.

Publicidade