GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Corte da orelha do dobermann é polêmico

Por que se cortam as orelhas e a cauda do dobermann?

Comecemos pela cauda. Por ser comprida demais, ela pode sair ferida ao se enroscar numa cerca ou mesmo quando bate em um muro. Os veterinários também indicam o corte, no macho, porque no primeiro terço da cauda há uma glândula que pode inflamar.

Quanto ao corte da orelha, o hábito surgiu na Europa, desde quando o dobermann era usado para cuidar de ovelhas. “Era comum serem atacados por ursos que rasgavam suas orelhas com uma patada”, explica o veterinário Faiçal Simon, para quem “hoje em dia o corte não se justifica mais”.

O fato é que as duas mutilações estão caindo em desuso. Mesmo o corte da cauda, apesar de trazer benefício para o animal, é uma cirurgia, o que implica riscos, como o da anestesia, além do incômodo da própria operação. O corte da orelha é proibido por lei na Alemanha e na Inglaterra.

Mas alguns veterinários ainda vêem vantagens. “Como o dobermann é um cão de guarda, no caso da invasão de uma residência o ladrão pode imobilizá-lo pelas orelhas”, diz José Peduti Neto, da Universidade de São Paulo. Outro argumento para o corte, ressalta, é que “a orelha fica mais levantada, melhorando a audição.”