Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Expectativa de vida: Viver ou morrer

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

Talvez seja por causa do ar puro das montanhas ou por ser um país livre de impostos. Qualquer que seja o motivo, Andorra é o país com a mais alta expectativa de vida no mundo. Ali, as pessoas vivem em média 83,5 anos. Andorra localiza-se na região montanhosa dos Pireneus, fazendo divisa com a Espanha e a França. Tem 464 quilômetros quadrados (é menor do que a cidade de Porto Alegre) e pouco mais de 600 000 habitantes.

Seu grande atrativo é a política de isenção fiscal. Turistas de todo o mundo vão ao país mais para comprar aparelhos eletrônicos e bebidas alcoólicas do que para apreciar as belas paisagens montanhosas, propícias para a prática de esqui. A capital, Andorra la Vella, é uma das mais sofisticadas da Europa.

No outro extremo, Botsuana é o país com a mais baixa expectativa de vida: 30,9 anos. Um retrato das péssimas condições de vida no país, no sul do continente africano, são os altíssimos índices de contaminação com o vírus da Aids. Cerca de 350 000 pessoas com o vírus HIV vivem em Botsuana, cuja população é de 1,6 milhão de pessoas. Paradoxalmente, Botsuana é hoje um dos países que mais crescem no mundo. O principal pilar de sua economia são as minas de diamante, responsáveis por 30% do PIB. Segundo o Banco Mundial, é a nação com o menor risco de investimentos na África.

Publicidade