GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Mais artistas, menos banqueiros

Rafael Kenski

O governo inglês conta com seus artistas e inventores para recuperar a economia do país. Não que ele esteja esperando alguma solução mirabolante. É que a indústria da criatividade – que reúne áreas como design, cinema, moda e videogames – crescerá 4% ao ano, o dobro do resto da economia do país. Nesse ritmo, ela empregará mais de 1,3 milhão de pessoas em 2013, ultrapassando em mais de 100 mil empregados a tradicional indústria financeira britânica.