Clique e assine a partir de 8,90/mês

O Google Glass na vida real

Depois de um ano de suspense, o Google lançou seus óculos digitais - agora, qualquer pessoa pode comprá-los (nos EUA). E estão surgindo maneiras inesperadas de usar esse gadget

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 7 dez 2014, 22h00

Marilia Marasciulo

NO TRÂNSITO

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Quem inventou – SITA (Sociedade Internacional de Telecomunicações Aeronáuticas)

Como funciona – Os funcionários da companhia Virgin Atlantic estão usando o Google Glass para dar atendimento personalizado aos passageiros. Os óculos mostram os detalhes do voo da pessoa enquanto o funcionário fala com ela.

NA POLÍCIA

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Quem inventou – Polícia dos EUA

Como funciona – Na cidade de Byron (EUA), os policiais gravam suas ações usando o Glass. E a polícia de Nova York está desenvolvendo um software de reconhecimento. Ao olhar para uma pessoa, o oficial saberá se é procurada.

NO CAIXA ELETRÔNICO

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Quem inventou – Universidade de Saarland (Alemanha)

Como funciona – Você vai até o caixa. Quando olha para a tela, aparece um QR code – o sucessor mais moderno do código de barras. Nele há uma senha, que você deve digitar para sacar dinheiro. Mas só os óculos (e portanto só você) conseguem decodificá-la e vê-la.

NO HOSPITAL

Continua após a publicidade

Quem inventou– Duke Medical Center (EUA)

Como funciona – Os cirurgiões estão usando os óculos para gravar operações e consultar informações sem precisar tirar as mãos do paciente. Usando comandos de voz, o médico pode abrir e ver imagens de exames, como um raio X ou uma tomografia.

Publicidade