GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O Príncipe

Nicolau Maquiavel

NOME ORIGINAL_De Principatibus (Itália)
EDIÇÃO NO BRASIL_ Martins Fontes; 2004

DO QUE TRATA

Nos séculos 14 e 15, os principados italianos estavam sob domínio de governantes que ascenderam, em boa parte, da nova classe de comerciantes. Eram também homens de guerra que precisavam usar a força para conquistar a liderança, já que um título de nobreza não era mais o suficiente para isso. A única constante nesse cenário é a instabilidade política. A obra, escrita em 1513 e publicada em 1532, é um tratado sobre como deve proceder o príncipe para manter o poder político. Para isso, concorrem 2 aspectos: a fortuna (sorte) e a virtù (mérito, um valor militar). É principalmente a interpretação do conceito de virtù que deu a Maquiavel a má fama sintetizada na frase “os fins justificam os meios” – que, aliás, nunca foi escrita por ele.

QUEM ESCREVEU

O florentino Nicolau Maquiavel (1469-1527) sofreu os altos e os baixos da instabilidade política de seu tempo, participando ativamente do governo e sendo preso, torturado e confinado. O Príncipe foi escrito no exílio e dedicado ao nobre Lorenço de Médicis, como uma tentativa de reaproximação com os governantes.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

A política nunca mais foi a mesma após O Príncipe, que a emancipa da moral cristã”, como diz o filósofo Renato Janine Ribeiro. Pela primeira vez se fala sobre o Estado como ele é, e não como deveria ser. Num momento de conflito entre as éticas cristã e pagã, Maquiavel defende a ética militar da Antigüidade e reprova o papado por não ter sido forte o sufi ciente para unificar a Itália.