GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os humilhados serão exaltados, diz estudo

Não é brincadeira: nova pesquisa mostra que o fracasso no início da carreira impulsiona o sucesso profissional a longo prazo.

Se você acha que a vida é uma derrota atrás da outra, aqui vai uma boa notícia: um estudo feito pela Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, encontrou uma relação de causalidade entre o fracasso e sucesso posterior na profissão. Ou seja: descobriu que o fato de tudo dar errado no início da carreira de alguém impulsiona ativamente o triunfo a longo prazo no futuro.

A pesquisa, publicada na revista Nature, analisaram o desempenho de mais de mil jovens cientistas entre 1990 e 2005. Naquela época, todos eles prestaram uma prova para conseguir bolsas de estudo. Os jovens que não passaram por pouco foram reunidos em um primeiro grupo, enquanto aqueles que passaram “raspando” ficaram no segundo grupo.

Em seguida, os pesquisadores avaliaram a quantidade e relevância dos artigos publicados por cada um dos jovens ao longo dos dez anos seguintes. Apesar de terem se frustrado e ficado sem financiamento, o primeiro grupo foi o que mais publicou artigos de destaque ao longo da carreira.

A grande diferença parece ser a relevância do trabalho que o primeiro grupo fazia. Eles não publicaram necessariamente mais artigos, mas tinham os trabalhos mais citados entre outros especialistas da área.

Agora, o outro lado da história: os fracassos e decepções também aumentavam muito a proporção de profissionais que simplesmente abandonavam. A taxa de desistência do primeiro grupo foi 10% mais alta quando comparada ao segundo.

Segundo os autores do estudo, esse índice de evasão pode ajudar a explicar os resultados. A desistência de alguns jovens deixaria apenas os profissionais mais determinados no ramo. Logo, isso aumentaria a taxa de sucesso do grupo, mesmo que eles fossem considerados “fracassados” no início.

Outros aspectos levados em consideração pelos pesquisadores são mais difíceis de medir. Eles acreditam que características da personalidade dos fracassados podem ter impulsionados as suas conquistas – como a capacidade de aprender com o erro e a automotivação de permanecer na mesma tarefa sem estímulos externos.

Agora já sabe: se você não conseguiu passar naquela prova ou entrevista de emprego, não desanime. Pode ser que o momento da vitória demore, mas uma hora ele chega.