GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Porta ou praia? A nova dúvida que ganhou a internet

Veja também outras figuras e ilusões de ótica que dão um verdadeiro nó no cérebro

A internet adora um mistério dos bons, daqueles que dividem as pessoas. O mistério sobre a cor do vestido, em 2015, por exemplo, causou uma discórdia quase tão grande quanto esquerda versus direita, Corinthians versus Palmeiras. E o desafio da vez, que ganhou as redes desde o último dia 21, gira em torno desta imagem:

Enquanto uns enxergam uma porta (azul, com um batente verde e parede branca), outros veem a foto de uma praia colocada na vertical. O tuíte acima, da usuária do Twitter @rebeccareilly_ rendeu mais de 34 mil retuítes e 20 mil comentários. No Brasil, o site de humor Não Salvo publicou a mesma imagem na rede social e já rendeu quase 3,5 mil compartilhamentos.

Mas, afinal, do que se trata a foto? Segundo a BBC britânica, a imagem é de uma praia, alterada graficamente para esconder alguns banhistas:

Não está convencido? Muita gente também não. O site TechTudo conversou com especialistas que concluíram, após testarem as versões existentes da imagem no Photoshop, que na verdade, a alteração na imagem foi para inserir pessoas, simulando um oceano. A foto, então, seria de uma porta. E o mistério continua.

Enquanto não se chega a uma conclusão sobre essa dúvida, a SUPER relembra algumas imagens que viralizaram na internet e outras ilusões de ótica de cair o queixo.

Debate submerso

Essa menina está debaixo d`água ou apenas dentro de uma piscina rasa? Em 2015 (o mesmo ano do fatídico vestido), um usuário do Imgur postou essa foto, que de acordo com o Business Insider foi vista por quase 2 milhões de pessoas.

O debate foi parar no Reddit, um dos maiores fóruns da internet, e a maioria dos usuários chegou ao veredicto que a garota não está submersa. O jornal inglês The Independent explica: “A superexposição ou um filtro digital adicionado faz a iluminação parecer subaquática. Mas ela não é, na verdade.” Parando para analisar com mais cuidado, é possível perceber que seu cabelo está seco e seu rabo de cavalo não está flutuando, e que as “bolhas de ar” são apenas gotas d`água.

Cilindros indecisos

Assista ao vídeo acima. Não, você não ficou maluco. O que você está vendo é a Ambiguous Cylinder Illusion, ilusão de ótica premiada como a Ilusão do Ano em 2016 pela Neural Correlate Society.

O autor desse truque é um japonês de 70 anos de idade chamado Kokichi Sugihara. Professor de Universidade de Meji, Kokichi é um grande ilusionista, que ganhou fama na internet por seus feitos. Nesse caso, ele usou o que chama de cilindros ambíguos: objetos que estão entre um quadrado e um círculo, segundo o professor.

Observando atentamente enquanto o objeto se move, dá pra notar sua verdadeira forma, com bordas superiores e onduladas. Dependendo do ângulo que olhamos para ele, o cérebro “corrige” a imagem para um formato já conhecido, ou seja, mais agradável aos olhos.

Enganação tridimensional

Não está convencido que Sugihara é o Mago Supremo das ilusões? Então veja este vídeo do Tech Insider:

Ilusões de ótica também podem ser feitas em três dimensões – e são ainda mais impressionantes. Sugihara, usando seus conhecimentos da maior magia que existe, a matemática, constrói objetos sem usar imãs ou fios invisíveis e que desafiam a percepção visual.

Feitas para dar a falsa sensação de profundidade ou de bidimensionalidade, as construções do japonês são feitas para que a ilusão ocorra quando vistas de um ângulo específico. É por isso que, mesmo quando olhadas de outro jeito, a lógica dos objetos demora para ser processada pelo cérebro.

Assim como na vida, é tudo uma questão de perspectiva.