GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quais as maiores comunidades japonesas do mundo?

Texto Anna Virginia Balloussier

É difícil calcular com precisão o tamanho dessas comunidades espalhadas pelo globo. Todas as pessoas com ascendência nipônica são consideradas japonesas, independentemente de onde estejam ou de quem tenha sido seu último parente nascido no Japão. Por isso, o governo japonês não tem controle sobre o nascimento e a movimentação de todos os seus descendentes. O que existe são estimativas feitas pelos países que recebem os imigrantes desde os primeiros fluxos emigratórios iniciados no final do século 19, quando a Revolução Meiji aboliu a classe dos samurais e começou uma modernização sem igual no país. Antes dela, o Japão ainda era uma nação rústica, enquanto as chaminés européias iam a pleno vapor. O jeito foi pegar carona no bonde da modernidade e tentar inserir o país nessa realidade. A população japonesa, antes estável devido às altas taxas de mortalidade, crescia a galope. Ao mesmo tempo, a mecanização do campo trazia o desemprego. Foi justamente essa grande massa de desempregados que saiu à procura de trabalho mundo afora. E, como o Brasil precisava de mão-de-obra nas lavouras de café, boa parte dela veio parar por aqui, como você pode ver abaixo.

Aqui é o seu país

Brasil e EUA concentram mais de 80% dos nikkeis

China – 3,5%

Canadá – 2,6%

EUA – 37%

Peru – 2,5%

Reino Unido – 1,5%

Brasil – 46%

Outros – 6,9%

Brasil

Quantos são: 1,5 milhão.

Quando começaram a chegar: em 1908.

Por que vieram: enquanto o Japão tirava o emprego dos trabalhadores rurais, o Brasil precisava substituir os italianos nas lavouras de café.

Reino Unido

Quantos são: 51 mil.

Quando começaram a chegar: em 1863.

Por que foram: para estudar. Era a chance de difundir a cultura japonesa e aprender com a modernização ocidental.

Peru

Quantos são: 81 mil.

Quando começaram a chegar: em 1899.

Por que foram: para suar a camisa nas plantações de cana-de-açúcar e algodão nos vales da costa central.

EUA

Quantos são: 1,2 milhão.

Quando começaram a chegar: em 1858.

Por que foram: os primeiros foram trabalhar nos canaviais do Havaí. Em 1924, quase 300 mil imigrantes moravam nos EUA.

China

Quantos são: 115 mil.

Quando começaram a chegar: em 1894.

Por que foram: a princípio, para lutar por territórios como Coréia e Manchúria. Em 1932, o governo passou a incentivar a emigração com o intuito de levar a agricultura nipônica para a China e, assim, criar raizes definitivas por lá.

Canadá

Quantos são: 85 mil.

Quando começaram a chegar: em 1877.

Por que foram: para fugir da crise pós-Meiji. Em 1908, quando uma lei restringiu a imigracão nipônica, os nikkeis chegavam a 18 mil.