GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Salário de astronauta, safadezas lunares e uma bomba espacial

As perguntas de astronomia mais criativas enviadas pelos leitores desde que o Oráculo desembarcou neste planeta de borda vermelha chamado SUPER

Ediçao: Felipe van Deursen

Amantes lunares

Dá para fazer sexo na Lua?

Não vai rolar, juvenil. A falta de atmosfera e as temperaturas extremas tornam impossível balançar a roseira em solo lunar. Mas a baixa gravidade não impediria os movimentos. O problema é outro. A falta das roupas levaria os selvagens amantes astronômicos à morte por descompressão, asfixia e congelamento. Nem adianta deixar só as partes íntimas para fora. Imagine a zona do agrião exposta a -153 ºC ou a 170 ºC. Fica a seu critério. 1

Gangorra da gravidade

O que aconteceria com um objeto jogado em um poço que atravessasse a Terra?

Se um poço fosse escavado através da Terra, um tijolo que caísse dentro dele oscilaria para sempre de uma extremidade a outra. À medida que o tijolo fosse descendo, sua velocidade aumentaria, devido à atração gravitacional. Ao passar pelo centro da Terra, sua velocidade chegaria ao máximo e começaria a diminuir, até chegar ao outro lado. Então, voltaria, como se tivesse sido jogado de novo. A gravidade o deixaria eternamente nesse vai e vem. Se Zeus fosse um executivo, teria esse enfeite em seu escritório de bacana.

Que Lua!

Como Vênus é o planeta mais quente do Sistema Solar se Mercúrio está mais perto do Sol?

Porque a temperatura de um planeta não depende só da proximidade do Sol, mas também de características da superfície e da atmosfera. Em Mercúrio, existe variação de -173 ºC a 427 ºC, porque o planeta não tem uma atmosfera para segurar o termômetro. Já em Vênus, com suas nuvens de dióxido de carbono e enxofre, é um absurdo: 14 vezes mais quente do que a média de Cuiabá em janeiro (32 ºC).

Senhora dos anéis

Seria possível a Terra ter anéis como os de Saturno?

Não, senhor. Uma das teorias sobre os anéis diz que eles nasceram de colisões de cometas no planeta, explica Silvia Winter, da Sociedade Astronômica Brasileira. Como Saturno é gigante, com uma massa 95 vezes maior que a da Terra, teve e ainda tem mais chances de trombar esses cometas e produzir luas. Além disso, os anéis precisam de manutenção. Quem fornece partículas a eles são as dezenas de luas de Saturno. A Terra tem só uma, então seria difícil manter os anéis lindos e charmosos como os saturninos. 2

Terra morta

Se quando olho para o céu vejo estrelas que já morreram, se algum dia viajar para uma estrela e olhar de volta para a Terra, eu veria pessoas que já morreram?

Sim, caso você viajasse para uma estrela que ainda não morreu e olhasse para a Terra, veria nosso planeta com a mesma idade dos anos-luz de distância do astro. Ou seja, se a estrela estivesse a 100 anos-luz, você poderia assistir ao começo da Primeira Guerra Mundial, pois veria a Terra em 1914. 3

(Não) fizemos contato

Por que, com tantas evidências e avistamentos, os ovnis ainda são tratados como mito?

Acontece que em nosso “mundo desencantado”, como dizia Max Weber, prevalece a visão cética da ciência. E, para a ciência, os objetos voadores não identificados até existem, mas não são discos voadores. São coisas banais, como aviões, meteoros, satélites ou balões meteorológicos, que, por condições desfavoráveis (escuridão, neblina ou distância, por exemplo), não foram identificadas de cara.

Cometa da Silva

Se por acaso eu descobrir uma constelação, como faço para dar o meu nome a ela?

Já era. Todas as 88 constelações do céu já estão batizadas. Não sobrou nem uma estrela solitária – a União Astronômica Internacional (IAU) nem sequer analisa requisições de descobertas estelares. Por isso, foque em cometas. A maioria dos cometas conhecidos leva nome de astrônomos sem diploma. Assim que achar um, envie um telegrama à IAU comunicando a descoberta. Mas seu cometa será nomeado com um insosso código numérico. Para emplacar seu nome, é preciso convencer os astrônomos com um pedido cheio de justificativas, o que pode levar anos.

Holerite sideral

Qual é o salário de um astronauta?

Depende da carreira do cidadão. Astronautas podem ser tanto civis (com formação em engenharia ou medicina, por exemplo), como militares. Um astronauta civil recebe, segundo a Nasa, entre R$ 164 mil e R$ 355 mil por ano (algo entre R$ 13 mil e R$ 29 mil por mês). Dá para tirar bastante onda na área VIP. Já os funcionários do Exército, quando nomeados astronautas, continuam recebendo seus salários de militares. Não existe garantia de bônus após um voo espacial. O astronauta pode receber, no máximo, um reembolso de cerca de R$ 250, usado para cobrir despesas com acessórios comprados para a missão.

Terceira guerra espacial

O que aconteceria com o nosso planeta se uma bomba atômica explodisse no espaço?

Se fosse longe, não traria problemas. Reações nucleares ocorrem regularmente nas estrelas sem grandes consequências para o nosso planeta. Mas não espere cogumelos de fumaça; no vácuo não ocorreria aquela revoada de poeira, apenas emissão de luz. Agora, se você está imaginando jogar uma bomba atômica na órbita da Terra, ninguém sabe com certeza o que aconteceria. É possível que partículas radioativas se espalhassem na atmosfera, causando um desastre global. 4

Fonte

1 Bruno Castilho, astrônomo do Laboratório Nacional de Astrofísica

2 Silvia Winter, da Sociedade Astronômica Brasileira

3 Renato Las Casas, professor da Universidade Federal de Minas Gerais
4 Luiz Carlos Chamon, físico e professor da USP