GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Velas de navio com pets: Plástico do lixo para o mar

Uma réplica da fragata inglesa teve suas velas construídas com plástico reciclado de garrafas.

Nem sempre garrafa plástica boiando no mar é sinal de sujeira. Depois de reciclada, ela pode fazer parte das velas de um navio. A empresa DuPont dos Estados Unidos juntou 126 garrafas de refrigerante, recolhidas em usinas de compostagem de lixo, a um polímero empregado em pára-lamas de automóveis, para fabricar 500 metros quadrados de poliéster. Seu destino: o fabrico de dezessete velas para serem usadas na réplica restaurada do HMS Rose, uma fragata usada pela Marinha inglesa na disputa por colônias na América e Índia, no século XVIII.

O polímero dos pára-lamas foi transformado em resina por meio de um processo que retira as impurezas do material e quebra a estrutura até chegar à unidade molecular básica. Depois disso, foi misturado com o plástico das garrafas trituradas, produzindo um fio de poliéster 100% reciclado. A tecelagem da fibra foi feita na fábrica Warwick Mills, em New Hampshire, que na década de 30 teceu um dos mais famosos fios da DuPont: o náilon.