GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Violência doméstica custa 55 bilhões de dólares por ano aos EUA

Novo estudo contabiliza os gastos gerados a longo prazo por consequências médicas e sociais desse problema

De diversas maneiras e intensidades, a violência doméstica está presente em todo o mundo, tornando-se uma questão de saúde pública global. No Brasil, a cada 7,2 segundos, uma mulher é vítima de agressão física dentro de casa, segundo o Relógio da Violência, do Instituto Maria da Penha. Cinco casos de violência contra crianças são registrados no país por hora, como apontam dados da Unicef de 2016. Para além da questão humanitária, que não parece comover a todos, a Case Western Reserve University (CWRU), nos EUA, resolveu contabilizar gastos — e descobriu que a terra do Tio Sam paga, por ano, 55 bilhões de dólares em consequência dessa violência.

Veja também

“Este é um problema de saúde pública que não causa apenas consequências a longo prazo para essas crianças, mas também impõe um encargo financeiro significativo à sociedade”, diz Megan R. Holmes, uma das pesquisadoras. O estudo foi o primeiro a calcular os custos exorbitantes decorrentes de violência doméstica no país, onde estima-se que 15,5 milhões de crianças por ano estão submetidas a, pelo menos, um episódio de agressão cometida por pessoas próximas — mais de 25% das crianças de lá são expostas a ataques domésticos durante a vida.

O The Journal of Family Violence já havia publicado uma pesquisa que revelava aumento de custos na área da saúde (uso de cuidados hospitalares e serviços clínicos), maior índice de criminalidade (exposição à violência aumenta a probabilidade da ocorrência de crimes graves ao longo da vida) e menor produtividade em crianças vítimas à medida que envelheciam. O estudo da CWRU mostrou os números: quando uma pessoa que sofreu com esse problema atinge 64 anos, o custo médio para a economia nacional chega a quase 50 mil dólares.

Segundo o estudo, isso inclui um prejuízo de US$ 11.042 em custos médicos, US$ 13.922 em gastos relacionados a crimes violentos e US$ 25.531 em perdas de produtividade. “E é apenas para uma pessoa”, disse Holmes. “Se considerarmos os jovens adultos de Ohio, os 172.500 moradores com 20 anos, o custo de vida dos estimados 25% que foram expostos à violência doméstica quando crianças será de quase US$ 2,18 bilhões. Aplicado a toda a nação, isso se torna ainda maior — mais de 55 bilhões de dólares.”

A esperança de Holmes é que, entendendo a extensão dos custos, autoridades possam pensar em medidas mais eficazes para um problema que não se restringe apenas à economia.