GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Você não precisa surrar o saleiro nos dias úmidos

Por que o sal fica mais solto quando se coloca arroz junto com ele?

Existem dois fatores que tornam esse truque doméstico tão eficiente. O sal de cozinha, ou cloreto de sódio, é um verdadeiro mata-borrão, atraindo as gotículas de água que estão no ar. Por isso, nos dias úmidos, as partículas dentro do saleiro se juntam, transformando-se em flocos, e fica praticamente impossível tirá-las de lá. O arroz também atrai o excesso de água. “Apesar de não ser tão amigo dela quanto o cloreto de sódio, o grão é seco e suga uma parte da umidade”, explica o químico Atílio Vanin, da Universidade de São Paulo. Assim, acaba por competir com as partículas de sal na hora de absorver a água do ar. Além disso, o atrito com o arroz ajuda a separar as partículas, que, livres, podem pular do saleiro para o prato (veja no infográfico).

Separação de corpos

O arroz aumenta o atrito e diminui a umidade.

Os grãos absorvem uma parte das gotículas de água do ar, diminuindo a umidade do sal.

Ao agitar-se o saleiro, o arroz também acaba por se meter no meio dos flocos, ajudando a dissolvê-los.