GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Xiii… Esqueci

Sérgio Gwercman

Eu me lembro do endereço do Xou da Xuxa (r. Saturnino de Brito…), mas não sei o CEP do prédio onde morava há dois anos. Já entrei no carro num domingo e dirigi para o trabalho quando queria ir para um bar – e isso aconteceu mais de uma vez. Não consigo me lembrar do número dos celulares das minhas irmãs. Esqueço rápido os trechos dos filmes a que assisto, dos livros que leio, sofro para decorar os refrões das músicas de que mais gosto. E, por via das dúvidas, evito chamar pessoas que não conheço bem pelo nome. Eu não consigo tirar da cabeça a sensação de que tem algo errado com a minha memória ­ e sei que não sou o único a sentir esse incômodo. Não é nada grave, nenhuma doença. Apenas a constatação de que não consigo me lembrar de tudo que preciso. Que, quanto mais uso o cérebro, mais minha memória me deixa na mão.

Foi para explicar esse fenômeno, cada dia mais comum, que a repórter Gisela Blanco, o editor Bruno Garattoni e o designer Jorge Oliveira passaram os últimos meses pesquisando. Eles tinham o desafio de não produzir uma reportagem cheia daqueles dados que esquecemos uns 30 minutos depois de ler. Para isso, prepararam não uma, mas 4 matérias: você terá em mãos um pequeno especial sobre memória. Será mais fácil se lembrar do que você aprender – e ainda dá para ler na ordem que preferir. No design, Jorge criou ilustrações que também são um jogo para testar o estado da sua memória. Talvez você descubra que as coisas não vão muito bem aí na sua cabeça. Mas, também, que ainda há esperança para ela. Se gostar, e se lembrar, conte para a gente como foi.
Um abraço.

Duas novidades

1. Estreamos uma nova seção: Contém. Inspirada numa matéria que publicamos em 2007, ela mostrará o que realmente existe dentro dos produtos. Você vai se surpreender!

2. Saiu nossa primeira edição especial do ano. Deus – O Que Existe Acima de Nós? traz as respostas de 9 religiões – e as da ciência também – para a pergunta mais inquietante da história humana. Boa leitura!