GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

5 fatos que você não sabia sobre o livro It — A Coisa

A história é rendeu uma adaptação indiana meio trash e foi escrita sob efeito de cocaína. Veja outras curiosidades sobre o livro que inspirou os filmes.

It Capítulo 2 acabou de estrear nos cinemas. A continuação se passa 27 anos depois dos acontecimentos do primeiro filme, as crianças se tornaram adultas e o palhaço Pennywise voltou a assombrar a cidade de Derry. 

Bem, os dois filmes, você bem sabe, são adaptações do romance It – A Coisa, escrito de Stephen King e publicado em 1986. E não faltam fatos inusitados – e bizarros – cercando a obra, ao longo dos 33 anos que ela passou tirando o sono dos fãs. Vamos a eles:

1. A história foi inspirada por um conto de fadas norueguês

É difícil imaginar como um conto de fadas infantil pode ter inspirado um dos maiores livros de terror de todos os tempos. Mas segundo o próprio Stephen King em seu blog oficial, foi esse o primeiro estalo que resultou na ideia do livro. 

O conto “Os três cabritos rudes” fala sobre os três animais que precisam cruzar uma ponte para encontrar comida. Embaixo da ponte, no entanto, existe um troll que ameaça devorar os cabritos. King imaginou o que ele faria se um monstro debaixo da ponte ameaçasse devorá-lo, e imediatamente sentiu vontade de escrever um romance sobre isso.

A ponte se transformou na cidade de Derry e o monstro viveria literalmente debaixo dela, usando todo o sistema de esgoto como seu reino particular. Em vez de um troll, a criatura se transformou em um palhaço demoníaco que, de fato, devora suas vítimas.

2. A cidade de Derry existe “de verdade”

As aspas estão aí por um motivo: Derry é uma cidade fictícia no estado americano do Maine. Mas Stephen King revelou que ela é apenas uma versão mais assombrada de Bangor, localizada no mesmo estado. O mais legal é que Bangor é a cidade onde o próprio Stephen King mora, desde 1979.

Derry também é cenário de outros livros de King, como Insônia e 11/22/63. O autor tem algumas cidades fictícias registradas por onde as obras se passam, como Castle Rock — cenário de A Zona Morta e Doutor Sono — e Jerusalem’s Lot — que é citado em O Iluminado e O Cemitério.

3. O livro demorou 4 anos para ser escrito

Stephen King nem se compara a George R. R. Martin em velocidade de produção, mas também demorou um bom tempo para escrever It – A Coisa. Especialmente para King, que é conhecido por ser um escritor bastante veloz.

O tamanho da obra justifica a demora: o livro tem nada mais, nada menos que 1104 páginas. É o segundo livro mais longo que King já escreveu, perdendo apenas para A Dança da Morte, com 1248 páginas. Se não tiver tempo para ler esse tijolo, você pode ler um resumão das maiores bizarrices da obra aqui.

It – A Coisa foi publicado em conjunto com outros livros em um período muito curto de tempo. Em apenas 14 meses, Stephen King publicou Os Olhos do Dragão, Misery – Louca Obsessão, Os Estranhos e, é claro, It – A Coisa. Tudo isso aconteceu entre 1986 e 1987, e foi durante esse período que…

4. Stephen King escreveu o livro usando (muita) cocaína

O autor passou por um período difícil entre 1978 e 1986, quando seu uso de álcool e cocaína aumentou bastante. Em entrevista à Rolling Stone, ele diz que a qualidade de sua escrita caiu nessa época, mas isso não impediu suas publicações – ele continuava escrevendo mesmo enquanto estava sob efeito das drogas.

It – A Coisa foi um dos filhos dessa época. Outro deles foi Cujo – livro que autor afirma nem lembrar de ter escrito. A fase se encerrou com a publicação de Os Estranhos, que veio logo depois de It chegar às livrarias. Foi o último romance que King escreveu antes de abandonar a cocaína – e ele permanece sóbrio desde então.

5. Existe uma adaptação de It para a TV indiana

E ela é tão estranha quanto parece. Woh é uma série de TV indiana que foi ao ar em 1998. A ideia era fazer algo parecido com a minissérie americana de 1990, dividida em dois episódios, mas ela acabou saindo muito mais bizarra.

A premissa é a mesma: um palhaço aparece de tempos em tempos em uma cidade do interior para raptar e matar crianças. Sete adolescentes lutam contra a criatura e prometem derrotá-la se algum dia ela retornar.

Agora vamos às diferenças: a trama se passa na cidade de Panchgani, na Índia, e também retrata todas as características do país. A origem da Coisa também é muito diferente: na série indiana, Woh era um homem que não se encaixava na sociedade e decide cometer suicídio – mas acaba se tornando uma entidade do mal.

Apesar de tudo isso, o que mais torna a série bizarra é o estilo da produção. São poucas câmeras e cenários caricatos, que acabam deixando a série com uma cara mais amadora e bem menos assustadora do que a original.

Todos os episódios estão disponíveis no youtube, mas só em hindi e sem legendas. Mesmo assim, vale a pena conferir pelo menos a abertura do primeiro episódio:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s