GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica

Walter Benjamin

NOME ORIGINAL_Das Kunstwerk im Zeitalter seiner Technischen Reproduzierbarkeit (Alemanha)
EDIÇÃO NO BRASIL_ Brasiliense; 1994


DO QUE TRATA

Neste ensaio, Walter Benjamin discute a reprodução das obras de arte – especialmente pelo cinema e pela fotografia – e seu impacto na própria concepção de arte. O autor vê nas condições industriais da produção e da difusão cinematográficas o princípio de uma arte liberada da “aura” de obra única.

QUEM ESCREVEU

Um dos principais nomes do pensamento contemporâneo, o filósofo, crítico e tradutor alemão Walter Benjamin (1892-1940) é autor de importantes ensaios sobre arte, história e literatura. Seus escritos uniram teologia, filosofia da linguagem e marxismo. Conviveu e influenciou nomes como Adorno e Horkheimer. Perseguido durante a guerra, tentou fugir para os Estados Unidos, mas teve o visto recusado. Preferiu suicidar-se a ser capturado pelas tropas alemãs.

POR QUE MUDOU A HUMANIDADE

O livro foi escrito antes da Segunda Guerra Mundial e durante o surgimento das primeiras transmissões de televisão na Europa. Mas Benjamin já previa a ascensão da indústria cultural, o processo de comercialização da arte e a utilização de trabalhos artísticos como instrumentos de manipulação de massas. Trata-se de um texto revolucionário que ajudou a moldar aforma como encaramos a indústria de entretenimento até hoje.

Cinqüenta anos depois da morte de Walter Benjamin por uma overdose de morfina, um estudioso de Washington (EUA) publicou uma tese sustentando que o ensaísta não se suicidara, mas sim fora assassinado a mando do ditador russo Joseph Stálin.